Carteiras de Bitcoins: Como Armazernar Criptomoedas com Segurança?!

Depois de namorar o bitcoin por meses, decidi ontem fazer minha primeira compra. Durante o período de estudo que tive, realizei diversas pesquisas e produzi alguns artigos (aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui). Porém ainda tenho dúvidas quanto as carteiras de bitcoins. Sei que alguns leitores deste site já estão um passo à frente em relação a mim, então o objetivo deste post é fazer a seguinte pergunta: como armazenar criptomoedas com segurança?

Atualização: Sigo a estratégia, como agora em 12.000, quem vem comigo? rs (este post foi publicado originalmente em 7 de fevereiro de 2018)

Mas o que motivou minha compra de bitcoin em um momento em que a moeda entrou em crise e todo mundo começou a vender. Bom, a resposta está na própria pergunta. Justamente porque está todo mundo vendendo que decidi fazer minha compra. É a chamada compra “contra-tendência” no linguajar técnico, ou “segurar a faca caindo” no linguajar popular. Neste tipo de estratégia, divido o capital a ser alocado em três partes iguais e realizo compras parciais nos suportes mais fortes.

grafico bitcoin historico

De acordo com minha análise, os suportes fortes estão em R$ 20.000, R$ 12.000 e R$ 5.000. Infelizmente não consegui comprar em R$ 20.000 pois a exchange demorou para aprovar meu cadastro, tive então que comprar em R$ 23.000. De qualquer forma as outras compras poderão ocorrer entre R$ 12.000 e R$ 15.000 e entre R$ 5.000 e R$ 7.000. E caso retorne novamente para os R$ 20.000 nos próximos dias, poderei também fazer um reforço de posição.

Ao comprar bitcoins em uma exchange e mantê-los lá, o investidor não é de fato dono da chave privada daquele endereço, portanto os bitcoins não estão sob sua posse. Esse modelo de armazenamento vai contra uma das propostas do bitcoin que é o usuário ter o controle total dos seus fundos. Contudo quando o investidor opta por armazenar suas criptomoedas em carteiras, ele também está correndo riscos, por isso é importante conhecer os tipos de carteiras e selecionar as mais seguras.

Carteiras de Criptomoedas

Assim como os dólares que temos em casa precisam ser guardados com segurança para não se extraviarem, os bitcoins e outras criptomoedas requerem o mesmo cuidado. Aliás, o cuidado deve ser até superior já que as criptomoedas podem ser hackeadas digitalmente ou até mesmo perdidas fisicamente como ocorreu com o britânico James Howells. Ele está tentando conseguir autorização de sua cidade para escavar um lixão em busca de uma fortuna em bitcoins. Howells minerou cerca de 7,5 mil Bitcoin até o ano de 2009 através de seu notebook e, quando o aparelho ficou velho, desmontou e vendeu as peças no eBay.

Em 2013 Howells jogou o disco rígido fora durante uma faxina em sua casa junto com várias outras peças velhas. Na época elas valiam “apenas” algumas centenas de dólares. Hoje o valor aumentou exponencialmente, mesmo com as quedas recente do bitcoin. Depois de quatro anos, entretanto, Howells resolveu pedir permissão para escavar o lixão local e acredita ser possível estimar a profundidade do HD baseado na data em que ele foi levado para o local.

“Futuramente, eu vejo esse HD facilmente valendo algo entre US$ 500 milhões e US$ 1 Bilhão”, estimou Howells. “Eu sempre soube que a Bitcoin valeria tanto quanto hoje, sempre soube que o valor do disco rígido subiria”.

Se sabia então por que jogou fora?! rs. Para evitar situações como esta do britânico, é importante guardar as criptomoedas com muita segurança. Para isto existem as carteiras de criptomoedas. As carteiras, sejam elas online, em hardware ou em papel, simplesmente armazenam as chaves de acesso aos bitcoins e altcoins. Tecnicamente não se armazenam as criptomoedas, armazenam-se as chaves digitais usadas para acessar os endereços e para permitir transações. Basicamente, uma carteira digital (wallet, no termo em inglês) é um programa utilizado para enviar e receber bitcoin ou outra criptomoeda. Ela também serve para checar o saldo atual.

carteira de bitcoin

Carteira de bitcoins em papel

As carteiras em papel são as mais populares e baratas opções para manter as criptomoedas em segurança. Há vários sites oferecendo serviços de carteira em papel. Os mesmos geram um endereço bitcoin e criam uma imagem com dois QR codes: um será o endereço público que pode usar para receber bitcoins e o outro a chave privada que pode usar para gastar bitcoins armazenadas nesse endereço. O benefício das carteiras em papel: as chaves privadas não ficam armazenadas digitalmente – logo, não estão sujeitas a ataques cibernéticos ou falhas de hardware.

carteira de criptomoeda

Carteira de bitcoins online

Já as carteiras online na internet armazenam as chaves privadas online, em um computador controlado por outra pessoa e ligado à internet. São vários os serviços online disponíveis e alguns estão ligados a carteiras para dispositivos móveis e para desktop, replicando os seus endereços entre os diferentes dispositivos que possui. Uma vantagem das carteiras baseadas na internet é que pode acessar as mesmas de qualquer parte, independentemente do dispositivo que esteja usando. No entanto, também têm uma grande desvantagem: podem ser hackeadas.

Além das carteiras hospedas na internet, há também as carteiras para desktop. Uma carteira digital para desktop é um programa que roda em computador de mesa ou notebook. A desvantagem deste tipo de carteira é que ela pode ficar vulnerável caso este computador seja infectado com um vírus ou caso seja hackeado, podendo levar o usuário a perder os seus bitcoins.  Similar às carteiras para desktop, há também as carteiras para mobile. São aplicativos que rodam em smartphones e tablets. São bastante práticas para realizar pagamentos no dia a dia. Porém, caso o usuário não faça um backup desta carteira, ele poderá perder o acesso aos fundos em caso de perda do aparelho celular ou tablet.

carteira de altcoin

Carteira de bitcoins em hardware

Existem, atualmente, poucas carteiras em versão hardware. São dispositivos dedicados que podem deter chaves privadas de forma eletrônica e facilitar pagamentos. A Ledger Nano S citada por você é uma delas. Lançada no final de julho de 2016, o modelo possibilita ao usuário, através da porta USB de qualquer computador, administrar sua carteira de Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) ou Ethereum Classic (ETC). A Nano S foi arquitetada para rodar na plataforma BOLOS, um sistema operacional que permite a execução segura de múltiplas aplicações Open Source.

Contudo, a Ledger, fabricante de carteira hardware Ledger Nano – a empresa vendeu mais de um milhão de carteiras em 2017 – alertou seus usuários sobre uma ameaça de ataque recentemente descoberta. Embora não tenham ocorrido casos do ataque ter sido concluído com sucesso, a ameaça existe de fato. A Ledger emitiu comunicado pedindo que os usuários de sua carteira sigam algumas instruções para se resguardar contra o risco de terem seus endereços digitais prejudicados.

As carteiras hardware são consideradas um dos meios mais seguros para armazenar ativos digitais. Os dispositivos de armazenamento offline (cold storage) USB eliminam os riscos de ataques, por não estarem conectados à web. Mas para enviar fundos ou emitir um endereço de recebimento, uma carteira hardware deve ser conectada a um dispositivo com internet, e os pesquisadores descobriram uma vulnerabilidade que afeta as carteiras Ledger nesta fase do processo.

Um relatório recentemente publicado revela a forma como o ataque denominado MiTM se desenrolou. As carteiras Ledger geram o endereço de recebimento usando um código JavaScript em execução no computador do usuário. O vírus, então, pode simplesmente substituir o código responsável por gerar o endereço de recebimento por um outro endereço, fazendo com que todos os depósitos futuros sejam enviados para o invasor.

Como Armazernar Criptomoedas com Segurança?

Encontrei esta compilação de carteiras no site do Rui Magalhães. Achei interessante pois a tabela engloba as carteiras mais conhecidas e mais usadas atualmente.

melhores carteiras bitcoin

Alguns vídeos interessantes que encontrei no Youtube…

17 comentários em “Carteiras de Bitcoins: Como Armazernar Criptomoedas com Segurança?!

  1. eduardo Responder

    Qual forma de armazenamento vc escolheu? Ainda estou com minhas btcs no mercadobitcoin e querendo mudar rápido para algo mais seguro.

  2. HIARLEY FARIAS MARTINS Responder

    Opa, eu tenho uma dúvida, é sobre declaração dessas moedas, digamos que comprei 1 bitcoin a 7.000 reais depois de 1 ano vendo esse bitcoin a 36.600 e o valor ainda está na corretora, pretendo fazer o saque desse valor, pelas contas não tive lucro acima de 35.000, estou sujeito a pagar IR? Caso sim, se eu sacar menos de 35.000 em um mês e o resto no outro mês fico isento?

  3. Ricardo Responder

    Comprei um notebook de 600 conto somente para armazenar as carteira, acho que esta é a melhor saída, isolar os seus ativos digitais de qualquer outra função computacional e da web. Claro que será necessário acessar a internet para fazer transferências entre carteiras e exchanges, mas, o risco estará minimizado utilizado o notebook somente para este fim.

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Boa ideia!
      Qual o processo de backup das carteiras que estão no notebook você usa? Afinal o HD pode pifar.

  4. Simplicidade e Harmonia Responder

    Uó,

    Gostei do post! 🙂
    Fiquei surpresa ao ver a Blockchain em 5º lugar, com 91% de classificação e a Electrum no final da lista.
    Interessante o site que citou, eu ainda não conhecia.

    A paper wallet é interessante, mas como ter 100% de segurança se o site onde a estamos gerando é confiável? Minha primeira opção era essa, mas acabei optando por outra por enquanto.

    Uma sugestão de post: taxas de transferências. Seja quando enviamos as criptomoedas das exchanges para a wallet ou quando vamos transferir de 1 wallet para outra há taxas, por isso, gostaria de sugerir um post nesse sentido, pois é algo que deve surpreender muitas pessoas.

    Abraços,

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Olá Simplicidade!
      Qual opção você escolheu?
      Gostei da sua sugestão.
      Abraço!

      • Simplicidade e Harmonia

        Uó,

        Por enquanto estou na Blockchain, mas pretendo usar a paper wallet.
        Não achei muito interessantes as carteiras de software, já que necessitam de atualizações constantes e além disso, ficam exclusivamente no computador (pelo que entendi), mas conforme vou comprando outros tokens, acho que vou ter que migrar para alguma. Gostei da dica da Jaxx, do Guardião do Mobral.
        Aproveitando, o que você acha da Martex e SingularDTV?

        Bom domingo!

      • Ábaco Líquido Autor do post

        Opa!
        Estes termos são novos para mim, rs.

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Rapaz, comprei por 23k e já está nos 33k. Mas poderia estar nos 13k, kkk
      Mas não é questão de coragem, é risco controlado, rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.