Calculadora INSS: como somar seu tempo de contribuição

A calculadora INSS é um recurso disponível no aplicativo Meu INSS que tem grande acesso por parte dos contribuintes da Previdência brasileira.

Isso porque, com a informatização de vários sistemas do Governo Federal, tornou-se opcional a ida até uma agência para se verificar quanto tempo falta para a aposentadoria.

Também é muito frequente o uso do aplicativo por pessoas que recorrem à venda de precatório, após comparar possíveis irregularidades nos valores recebidos e terem ação julgada procedente pela justiça.

Por isso, preparamos um artigo exclusivo sobre a calculadora do INSS e o que você deve saber sobre o assunto. Confira conosco e boa leitura!

O que é a calculadora do INSS?

A calculadora INSS é uma ferramenta online e gratuita que é essencial para quem está em processo de aposentadoria.

Ela também é conhecida como simulação automática ou simulador de aposentadoria. Com ela, você pode obter informações relacionadas à idade e ao tempo de contribuição. Ou seja, fica muito mais fácil entender sobre esse processo.

A calculadora INSS permite que você determine o período em que poderá adquirir sua aposentadoria, conforme as regras vigentes na legislação.

Esse sistema se baseia nos dados previdenciários daqueles que estão vinculados à Previdência Pública, por meio de contribuições regulares.

A calculadora do INSS é confiável?

A Calculadora INSS para aposentadoria vai permitir, como já mencionado, que você faça uma simulação. Isso vai possibilitar que o segurado tenha uma previsão de um possível benefício.

Ela leva em conta os dados existentes no Sistema de Previdência Social. A simulação será confiável se todas as informações do segurado estiverem totalmente corretas.

Isso gera algumas dúvidas sobre se é possível que essas informações não estejam corretas no sistema. É possível que haja erros no banco de dados, já que pode haver alguma omissão nas informações do segurado.

Assim, diante desse fato, poderia ocorrer divergências no cálculo do tempo de contribuição, refletindo diretamente no valor a receber.

Além do mais, a calculadora INSS não contabiliza determinadas situações específicas como tempo especial, período de serviço militar, entre outros.

É totalmente viável acrescentar algum tempo de modo manual, no entanto, já não é possível garantir a precisão do simulador.

Ademais, você não vai conseguir a garantia de que esses períodos serão de fato reconhecidos pelo instituto previdenciário.

Como funciona o cálculo do tempo de contribuição

Antes de pensar em realizar o cálculo do tempo de contribuição, é necessário entender como funciona a contabilização desse período trabalhado. Não adianta fazer o cálculo apenas de cabeça.

Além de alterar as regras, a reforma da Previdência também modificou o modo de contagem das contribuições.

Isso quer dizer que existem maneiras distintas de contabilizar esse tempo antes e depois da promulgação da reforma. Assim, as:

  • Contribuições realizadas até 12/11/2019 tinham contagem de data a data;
  • Contribuições realizadas a partir de 13/11/2019 passaram a ter contagem feira com o mês cheio.

Como se desconta o INSS do salário de um trabalhador?

Autônomos e MEIs devem fazer a contribuição voluntária e individual. Mas na situação dos profissionais com carteira assinada, esse pagamento é descontado de forma automática do salário bruto do trabalhador.

Assim, realiza-se esse desconto pela própria empresa em que o funcionário trabalha. Ela quem tem a obrigatoriedade de enviar a devida parte diretamente para o INSS.

Caso o empregador não faça a contribuição ou mesmo realize de maneira incompleta, o empregado terá direito de ajuizar uma demanda judicial.

Por fim, o calor que é descontado pode ser identificado com o cálculo de contribuição ou mesmo utilizando a calculadora INSS.

O que conferir antes de calcular o tempo de contribuição?

Antes de fazer sua simulação, um dos documentos mais importantes para o segurado é o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

Nele você vai ver todos os seus vínculos previdenciários e trabalhistas. Assim, são essas informações que serão consideradas ao serem levadas no momento de promover a simulação de aposentadoria.

Então, além de conferir os vínculos no CNIS, é preciso analisar se os salários de contribuição estão de acordo com sua carteira de trabalho.

Isso é fundamental, uma vez que qualquer valor errado pode influenciar no valor final do cálculo de aposentadoria. Desse modo, utilizando a calculadora INSS, você também vai precisar conferir dados básicos, como data de nascimento e sexo.

Como a contribuição do INSS avalia o perfil do trabalhador?

A tabela de contribuições do INSS leva em conta diferentes categorias de trabalho, com valores diferenciados. A seguir, você vai saber quais são.

INSS autônomo

Os trabalhadores autônomos se inserem em uma tabela diferente das convencionais do INSS. Aqui, a alíquota varia de 5% a 11%, conforme o código escolhido pelo profissional.

INSS MEI

O MEI vai contribuir com 5% do salário mínimo. Inclusive, ele tem a possibilidade de contribuir com 20%, que dará a ele o direito de aposentadoria por tempo de contribuição. Nesses casos, basta que ele emita a guia de recolhimento formal para contabilizar o pagamento recorrente.

INSS Facultativo

Contribuintes facultativos são pessoas que não contam com renda mensal, como estudantes. Normalmente, eles arcam com 11% do salário mínimo, podendo chegar em 20% para aumentar os benefícios.

Calculadora INSS para empregados domésticos

É de responsabilidade do empregador fazer o recolhimento da contribuição dos empregados domésticos.

A porcentagem permanece a mesma dos empregados formais, e pode ser estipulada por meio da calculadora INSS.

INSS para empresas

A contribuição do INSS para empresa é diferente. Nessa situação, trata-se de uma porcentagem paga pelo empregador de contribuição.

Esse valor visa custear serviços básicos como saúde e assistência social dos seus funcionários. Assim, recai sobre 20% da folha de pagamento total.

Como baixar o app do INSS e acessar a calculadora

O aplicativo se encontra de forma gratuita na loja do Google Play e Apple Store. Basta digitar Meu INSS no campo de busca.

Após isso, é preciso abrir a ferramenta e na opção de criar sua senha. Feito isso, o sistema te envia para a fase de criação de sua chave de acesso. Depois você terá que se cadastrar e pronto!

Conclusão

Como você pôde perceber, a calculadora INSS é uma ferramenta que facilita bastante sua análise de cálculo de contribuição. Com ela, você vai poder fazer tranquilamente sua simulação de aposentadoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.