titulos campeonato mineiro 2019

Atualmente o Galo é o maior ganhador de títulos do mineiro (44), seguido pelo Cruzeiro (39) e pelo América (16). Confira as estatísticas do campeonato Mineiro de futebol.

No último sábado (20/04/2019), o Cruzeiro conquistou o título do campeonato mineiro de futebol 2019. O empate com o Atlético no Independência, por 1 a 1, garantiu ao Cruzeiro o bicampeonato mineiro 2018/19 e a 14ª sequência de conquistas em sua história. Ao longo de seus 98 anos, o clube soma agora, de forma consecutiva, sete bis, quatro tris, dois tetras e um penta.

titulos campeonato mineiro 2019

Títulos do campeonato mineiro até 2018: Atlético (44), Cruzeiro (37), América (16)

Levando em conta as séries que se restringiram a dois títulos, o Cruzeiro já havia sido bi do Mineiro em 2003 e 2004 sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e também em 2008 e 2009, com Adilson Batista à frente do time. Da mesma forma, o Cruzeiro foi bicampeão da Supercopa em 1991 e 1992; da Copa Sul-Minas, em 2001 e 2002; do Campeonato Brasileiro, em 2013 e 2014; e da Copa do Brasil, em 2017 e 2018. O técnico Mano Menezes tem agora dois bis em sua trajetória de 213 partidas no comando do Cruzeiro: o do Mineiro, conquistado neste sábado, e o da Copa do Brasil, nas duas últimas temporadas.

 Ano  Campeão  Vice
2019 Cruzeiro Atlético
2018 Cruzeiro Atlético
2017 Atlético Cruzeiro
2016 America Atlético
2015 Atlético Caldense
2014 Cruzeiro Atlético
2013 Atlético Cruzeiro
2012 Atlético América
2011 Cruzeiro Atlético
2010 Atlético Ipatinga
2009 Cruzeiro Atlético
2008 Cruzeiro Atlético
2007 Atlético Cruzeiro
2006 Cruzeiro Ipatinga
2005 Ipatinga Cruzeiro
2004 Cruzeiro Atlético
2003 Cruzeiro Atlético
2002 Caldense Ipatinga
2001 América Atlético
2000 Atlético Cruzeiro
1999 Atlético América
1998 Cruzeiro Atlético
1997 Cruzeiro Villa Nova
1996 Cruzeiro Atlético
1995 Atlético América
1994 Cruzeiro Atlético
1993 América Atlético
1992 Cruzeiro América
1991 Atlético EC Democrata
1990 Cruzeiro Atlético
1989 Atlético Cruzeiro
1988 Atlético Cruzeiro
1987 Cruzeiro Atlético
1986 Atlético Cruzeiro
1985 Atlético Cruzeiro
1984 Cruzeiro Atlético
1983 Atlético Cruzeiro
1982 Atlético Cruzeiro
1981 Atlético Cruzeiro
1980 Atlético Cruzeiro
1979 Atlético Cruzeiro
1978 Atlético Cruzeiro
1977 Cruzeiro Atlético
1976 Atlético Cruzeiro
1975 Cruzeiro Atlético
1974 Cruzeiro Atlético
1973 Cruzeiro América
1972 Cruzeiro Atlético
1971 América Cruzeiro
1970 Atlético Cruzeiro
1969 Cruzeiro Atlético
1968 Cruzeiro Atlético
1967 Cruzeiro Atlético
1966 Cruzeiro Atlético
1965 Cruzeiro Atlético
1964 EC Siderúrgica América
1963 Atlético Democrata FC
1962 Atlético Cruzeiro
1961 Cruzeiro Guarani FC
1960 Cruzeiro América
1959 Cruzeiro América
1958 Atlético América
1957 América EC Siderúrgica
1956 Atlético e Cruzeiro
1955 Atlético Cruzeiro
1954 Atlético Cruzeiro
1953 Atlético EC Siderurgica
1952 Atlético EC Siderúrgica
1951 Villa Nova Atlético
1950 Atlético Cruzeiro
1949 Atlético América
1948 América Atlético
1947 Atlético Villa Nova
1946 Atlético Villa Nova
1945 Cruzeiro Villa Nova
1944 Cruzeiro Atlético
1943 Cruzeiro Atlético
1942 Atlético América
1941 Atlético EC Siderúrgica
1940 Palestra Itália Atlético
1939 Atlético Siderúrgica
1938 Atlético Palestra Itália
1937 EC Siderúrgica Villa Nova
1936 Atlético Palestra Itália
1935 Villa Nova Atlético
1934 Villa Nova Atlético
1933 Villa Nova Palestra Itália
1932
1932
Atlético
Villa Nova
Retiro
Palestra Itália
1931 Atlético América
1930 Palestra Itália América
1929 Palestra Itália Atlético
1928 Palestra Itália Atlético
1927 Atlético Palestra Itália
1926 Atlético/Palestra Itália Palestra Itália/Atlético
1925 América Palestra Itália
1924 América Palestra Itália
1923 América Palestra Itália
1922 América Palestra Itália
1921 América Atlético
1920 América Guarany
1919 América Yale
1918 América Atlético
1917 América Atlético
1916 América Atlético
1915 Atlético América

Fonte: Cruzeiro

Campeonato Mineiro até 2019

O Campeonato Mineiro é organizado pela Federação Mineira de Futebol (FMF). Das 105 edições já disputadas, o Atlético é o maior vencedor com 44 campeonatos seguido pelo Cruzeiro com 39 campeonatos e pelo América com 16 campeonatos. Não por acaso estes são os três principais times de futebol de Minas Gerais e todos eles estão localizados em Belo Horizonte.

Antes de 1958, o torneio era conhecido como Campeonato da Cidade e era disputado somente por clubes de municípios próximos a Belo Horizonte. Em 1933 houve a inclusão de clubes do interior. A disputa acabou sendo deficitária pelo amadorismo da época e pela dificuldade de traslado por conta das precárias estradas do estado e em 1934 houve a cisão novamente.

Só em 1958 Minas Gerais passou a ter definitivamente um torneio com o nome “Campeonato Mineiro”, reunindo clubes de todas as regiões do estado. Muitos talentos do futebol mundial foram vistos pela primeira vez no Campeonato Mineiro. Jogadores como Cerezo, Dadá Maravilha, Éder, Reinaldo e Tostão fizeram suas estreias como profissionais neste torneio.

Clube Campeão Anos do Títulos Vice Anos do Vice
Atlético Mineiro 44 1915, 1926*, 1927, 1931, 1932, 1936, 1938, 1939, 1941, 1942, 1946, 1947, 1949, 1950, 1952, 1953, 1954, 1955, 1956, 1958, 1962, 1963, 1970, 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988, 1989, 1991, 1995, 1999, 2000, 2007, 2010, 2012, 2013, 2015, 2017 39 1916, 1917, 1918, 1921, 1923, 1928, 1929, 1934, 1935, 1940, 1943, 1944, 1948, 1951, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1974, 1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1993, 1994, 1996, 1998, 2001, 2003, 2004, 2008, 2009, 2011, 2014, 2016, 2018, 2019
Cruzeiro 39 1926*, 1928, 1929, 1930, 1940, 1943, 1944, 1945, 1956, 1959, 1960, 1961, 1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1973, 1974, 1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2002**, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018, 2019 26 1922, 1924, 1925, 1931, 1932, 1933, 1954, 1962, 1970, 1971, 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988, 1989, 2000, 2005, 2007, 2013, 2017
América Mineiro 16 1916, 1917, 1918, 1919, 1920, 1921, 1922, 1923, 1924, 1925, 1948, 1957, 1971, 1993, 2001, 2016 15 1927, 1930, 1939, 1942, 1949, 1958, 1959, 1961, 1964, 1965, 1973, 1992, 1995, 1999, 2012
Villa Nova 5 1932, 1933, 1934, 1935, 1951 6 1937, 1945, 1946, 1947, 1953, 1997
Siderúrgica 2 1937, 1964 6 1936, 1938, 1941, 1950, 1952, 1960
Ipatinga 1 2005 3 2002, 2006, 2010
Caldense 1 2002** 1 2015

* O Cruzeiro considera o título do Supercampeonato Mineiro de 2002 como estadual e ainda o de 1926, quando houve a disputa de dois torneios, um vencido pelo Galo, outro pela Raposa. Esta conquista teria sido oficialmente reconhecida pela FMF em 1998 e publicada no site oficial da entidade, mas atualmente a página aponta somente o Alvinegro campeão daquele ano e o Cruzeiro vice, embora os registros do clube celeste apontem que a equipe sequer participou do torneio vencido pelo Atlético. Em 1926, houve a disputa de dois campeonatos distintos em Belo Horizonte, realizados por duas ligas diferentes. O Cruzeiro foi campeão do torneio organizado pela Associação Mineira de Esportes Terrestres e o Atlético venceu a competição da Liga Mineira de Desportos Terrestres, que acabou transformando-se, mais tarde, na Federação Mineira de Futebol. A FMF considera o Cruzeiro vice-campeão mineiro da competição conquistada pelo Galo, embora o clube celeste afirme que não tenha disputado o torneio. Na estatística deste artigo, atribuímos tanto ao Galo quanto ao Cruzeiro o título de 1926. Por mais estranho que isto possa parecer, acreditamos que esta polêmica sempre existirá e nunca se chegará uma conclusão.

** Em 2002 os grandes clubes disputaram torneios regionais. Os pequenos, o estadual. A Caldense levou o título do estadual de 2002 enquanto o Cruzeiro levou o título do campeonato regional, conhecido também como Supercampeonato Mineiro de 2002. A FMF não reconhece o Supercampeonato como Mineiro oficial de 2002, apesar do Cruzeiro reivindicar o título deste campeonato. Na estatística deste artigo, atribuímos à Caldense o título do mineiro de 2002.

Campeonatos Estaduais

Os campeonatos estaduais de futebol do Brasil são competições realizadas em cada uma das unidades federativas do país. Historicamente, por questões econômicas e geográficas, as distâncias entre as principais cidades fizeram com que o povo brasileiro, através de sua paixão pelo futebol, desenvolvessem uma forte cultura de disputa por Estados. Assim, cada Unidade da Federação brasileira possui seu próprio campeonato.


Os campeonatos mais famosos são o paulista, carioca, mineiro e os da região sul. Por isto são os campeonatos que possuem as equipe mais fortes e o maior número de jogadores em evidência. A mídia também acaba concentrando atenção nestes campeonatos, em particular o paulista e o carioca, gerando maior audiência para times como Corinthians e Flamengo.

Campeonato Paulista de 2019

O Paulistão 2019 chegou ao fim neste domingo (21), com o tricampeonato do Corinthians, que bateu o São Paulo por 2 a 1 na final do estadual.

Campeonato Carioca de 2019

E a história se repetiu mais uma vez. Confirmando o favoritismo que carregava pela superioridade técnica e também pela vitória por 2 a 0 no primeiro jogo da final, no estádio Nilton Santos, o Flamengo venceu o Vasco por 2 a 0 – com gols de Willian Arão e Vitinho – sagrou-se campeão carioca e manteve o longo tabu de 31 anos sem perder para o rival em decisões.

Campeonato Gaúcho de 2019

Na decisão do Campeonato Gaúcho, Grêmio e Internacional ficaram no 0 a 0 na Arena Grêmio – mesmo placar do duelo de ida, no Beira-Rio. Nos pênaltis, Paulo Victor brilhou, e os tricolores ficaram com o troféu.

Confira os campeões estaduais de 2018 (em breve atualizaremos a lista completa de 2019):

  • Paulistão – Corinthians (29º títulos)
  • Paulista da Série A2 – Guarani (2º título)
  • Acreano – Rio Branco (47º título)
  • Alagoano – CSA (38º título)
  • Amazonense – Manaus (2º título)
  • Baiano – Bahia (47º título)
  • Brasiliense – Sobradinho (3º título)
  • Carioca – Botafogo (21ª título)
  • Capixaba – Serra (6º título)
  • Catarinense – Figueirense (18º título)
  • Cearense – Ceará (45º título)
  • Gaúcho – Grêmio (37º título)
  • Goiano – Goiás (28º título)
  • Maranhense – Moto Club (26º título)
  • Mato-grossense – Cuiabá (8º título)
  • Mineiro – Cruzeiro (37º título)
  • Paraense – Remo (45º título)
  • Paraibano – Botafogo (29º título)
  • Paranaense – Atlético-PR (24º título)
  • Pernambucano – Náutico (22º título)
  • Potiguar – ABC (55º título e 3º consecutivo)
  • Sul-mato-grossense – Operário (11º título)

Os Maiores Campeões de Cada Estado até 2018 (em breve atualizaremos a lista com todos os títulos de 2019)

Posição Estado Time Títulos
1º. Rio Grande do Norte ABC 55
2º. Pará PAYSANDU 47
3º. Bahia BAHIA 47
4º. Acre RIO BRANCO 47
5º. Rio Grande do Sul INTERNACIONAL 45
6º. Minas Gerais ATLÉTICO-MG 44
7º. Ceará CEARÁ 44
8º. Amazonas NACIONAL 43
9º. Pernambuco SPORT 40
10º. Paraná CORITIBA 38
11º. Alagoas CSA 38
12º. Espírito Santo RIO BRANCO 37
13º. Sergipe SERGIPE 34
14º. Rio de Janeiro FLAMENGO 34
15º. Maranhão SAMPAIO CORRÊA 32
16º. Piauí RIVER 30
17º. São Paulo CORINTHIANS 29
18º. Paraíba BOTAFOGO 29
19º. Goiás GOIÁS 28
20º. Mato Grosso MIXTO 24
21º. Roraima BARÉ 23
22º. Santa Catarina FIGUEIRENSE 18
23º. Amapá MACAPÁ 17
24º. Rondônia FERROVIÁRIO 17
25º. Brasília GAMA 11
26º. Mato Grosso do Sul OPERÁRIO 11
27º. Tocantins GURUPI 6

22 thoughts on “Títulos do Campeonato Mineiro de Futebol

  1. estatisca errada

    Nossa , muita bobagem que se fala e depois vira verdade entao é preciso contestar!!, Primeiro esclarecimento!!
    é ilusorio dizer que Cruzeiro tem 38 titulos ,(equivocados 37 na epoca deste post ) site do Cruzeiro computa 40 , certamente que um deles que falta é o titulo de 26 que a imprensa corre pro site do atletico pra colher os dados que sao inveridicos,e que aqui voces apresentam o cruzeiro como vice campeao sendo que o Cruzeiro foi Co – Campeao o outro tem a ver com a famigerada federaçao atleticana de futebosta de mg, que ao retirar Cruzeiro atletico, ameica, mamore, do Mineiro de 2002 , que disputaram a Copa Sul MInaS ,fazendo um campeonato do interior , ganho pela Caldense, deu piti quando se fazia o Suepercampeonato Mineiro de 2002 para realmente definir o campeao . Assim , atleticanamente, a f.a.f se negou a reconhecer o Cruzeiro que venceu a CAldense, como campeao mineiro, sendo que o Cruzeiro havia simultaneamente conquistado a Copa Sul Minas e o Supercampeonato Mineiro, manobras das lourdinhas! #surtaourasgacomaunha

    1. Caro Rossi,
      Fizemos atualizações no artigo em função do seu comentário, mas a polêmica continuará, rs.
      Abraço!

  2. Quale mike..o cruzeiro nao ganha nada de fora a 20 anos !? Kkkk..vcs nao ganham o principal campeonato a 47 e nos juntando os 2 campeonatos temos 10 ao todo…e 7 campeonatos internacionais sem ser um time centenario..e sem esquecer que estivemos em uma final de libertadores de 2009 ! Abracos ai amigo

    1. Tanto Cruzeiro quanto Atlético são grandes clubes mas precisam se reestruturar melhor para trazerem mais títulos para Minas.

  3. O estadual mais equilibrado do Brasil sem dúvida são SP,SC e RJ

    SP por ter santos,sp,palmeiras,portuguesa,Corinthians e outros com títulos
    SC por ter Joinville, figueira, chaape,Avaí, Criciúma e até o internacional de lages.
    RJ pelos 4

    1. Cara fala sério SP tudo bem mais SC??? Uns ai na serie B tira todo o critério um bom campeonato é formado por todos os clubes na serie A ok!

    1. Fala Stifler!
      Eu acho que o Mineirão já supriria bem todos os jogos por aqui, existe o projeto do estádio próprio do Galo, mas sinceramente acho que mais um estádio por aqui seria uma bobagem. Depois que o Galo virou “dono” do independência e o Cruzeiro do “Mineirão” os torcedores só perderam, não vi vantagem nenhuma neste modelo de negócio.
      Abraço!

  4. Parabéns pela conquista.
    Sou atleticano, flamenguista e chapecoense. kkkkkkkkkk
    E sou mesmo, tenho carteirinha dos 3.
    Fui campeão nos 3 Estados.
    Abraço!

    1. Puxa cara, que gafe, acabei deixando a Chape fora do post. Tenho que completar. Mas afinal você mora em qual estado? rs

      A Chapecoense venceu o Campeonato estadual de Santa Catarina, no Brasil, apenas seis meses depois da tragédia que matou quase todos os jogadores do plantel, após um acidente aéreo.

      O clube de Chapecó ganhou 1-0, em casa, na segunda mão da final contra o Avaí. Na primeira mão o resultado foi 0-1. O triunfo foi entregue à Chapecoense por melhores resultados durante a época regular.

      A nova Chapecoense repete o triunfo da época passada, ainda com os jogadores falecidos em Medellin, na Colômbia.

      A equipa teve de ser reconstruida: foram contratados 25 jogadores, subiram nove juniores e mantiveram-se três sobreviventes da época passada.

      Fonte

    1. Fala Lawyer!

      Galão fez o dever de casa. Agora e ver se sai mais algum título até o fim do ano. Em termos de campeonatos fora do estado ainda estamos bem atrás do Cruzeiro, infelizmente, rs.

      Abraço!

      1. Porem o cruzeiro não ganha nada fora do Brasil a mais de 20 anos, e o Galo vem de conquistas da Libertadores 2013 e Recopa 2014, acho um titulo Sul-Americano mais importante que nacional ainda mais nos tempos de hoje com essa CBFraude com times de São Paulo e Rio sendo favorecidos nos pontos corridos com árbitros e bandeirinhas mal intencionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.