Para quem já está pensando na folia do carnaval de São Paulo, vale lembrar que a terça-feira de carnaval de 2020 vai cair em 25 de fevereiro. A folia começa oficialmente na sexta-feira anterior e acaba na Quarta-feira de Cinzas. Contudo, a exemplo de 2019, o pré-carnaval 2020 terá seu início duas semanas antes da data oficial com o desfile de vários blocos de rua.

Para saber como é calculada a data do carnaval, basta lembrar que a data está diretamente relacionada com os festejos católicos da Páscoa. O carnaval sempre termina 40 dias antes do domingo de Ramos, que é o domingo que antecede a Páscoa. Da Quarta-feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa, são 46 dias, período em que muitos cristãos fazem a Quaresma. A quarta-feira de Cinzas representa, portanto, o primeiro dia da Quaresma. Já o domingo em que se celebra a ressurreição de Jesus Cristo, ou Páscoa, sempre acontece entre 22 de março e 25 de abril.

carnaval sp

Com base em relatos bíblicos e históricos, os católicos acreditam que a ressurreição de Cristo ocorreu em um dia de lua cheia, próximo ao equinócio da primavera no hemisfério Norte. Por essa razão, no ano 325, a Igreja Católica realizou o Concílio de Niceia e decidiu que a Páscoa seria celebrada sempre no domingo subsequente ao surgimento da primeira lua cheia após a chegada da primavera. Assim, como o feriado da Páscoa é variável, a data do carnaval também segue essa mudança.

Embora a maioria do comércio e outros estabelecimentos feche as portas entre sábado e parte da Quarta-feira de Cinzas, as datas não são feriados nacionais estabelecidos por lei federal. Alguns municípios e Estados possuem uma legislação própria para a questão. No Rio de Janeiro, a lei estadual 5243/2008 definiu a terça-feira de carnaval como feriado. Também existem capitais que transformaram a data em feriado municipal, como Belo Horizonte.

História do Carnaval de São Paulo

No Brasil, o carnaval tem sua origem no século XV com a manifestação do entrudo, uma brincadeira em que as pessoas atiravam água e outros líquidos uma nas outras. A partir daí, a brincadeira evoluiu e tomou formas diferentes em diversos lugares. Em São Paulo, sob influência das pessoas que migravam do campo para a cidade, foi a população resultante do êxodo rural causado pela crise do café que desencadeou o início do carnaval.

O samba paulista diferia pouco do samba carioca, exceto por uma marcante diferença na candência do som, isto é, a velocidade de tempo da música. O sambista paulista, acostumado à árdua vida nas lavouras de café e migrando para a cidade para realizar o trabalho operário, fazia o que Plínio Marcos denominou de “samba de trabalho”: durão, puxado para o batuque. Já o samba carioca era marcado pelo lirismo.

Em 1885, ocorreu a primeira intervenção da Prefeitura de São Paulo no carnaval, promovendo o primeiro desfile carnavalesco dos cordões existentes à época. Os cordões por longo tempo definiram a musicalidade da população operária paulistana, e neles é que se desenvolvia o samba paulistano. No entanto, as manifestações carnavalescas das classes menos abastadas, de forte influência negra, eram praticamente ignoradas pela grande imprensa da época, bem como pelo poder público, que por vezes as reprimia extensivamente.

Na década de 30, graças à influência da Rádio Nacional, que começara a transmitir os desfiles carnavalescos do Rio, nasce a Primeira de São Paulo, no ano de 1935, considerada a primeira escola de samba da capital paulista. Nesse ano, agremiações de cunho mais popular foram incluídas no Carnaval oficial da Prefeitura de São Paulo, que passou a oferecer local, arquibancadas, infraestrutura, além de apoiar e oficializar campeonatos. Nessa época, não havia ainda uma diferenciação clara em São Paulo entre cordões, blocos e escola de samba, que desfilavam competindo pelo mesmo certame.

Durante a década de 60, várias agremiações mostram um crescimento. No ano de 1965, o carnaval dá o primeiro passo à profissionalização: com a adesão de Moraes Sarmento, os desfiles passam a ser transmitidos e comentado nas rádios e ganham o respeito e espaço nas instituições de cultura da cidade. Em meados de 1967, o então prefeito José Vicente Faria Lima (carioca, nascido em Vila Isabel e apreciador de samba) regulariza os desfiles para a Avenida São João, e, em 1968, oficializa a festa assinando a Lei nº 7.100/67, destinada a regular a promoção do Carnaval pela Prefeitura Municipal de São Paulo, e regulamentada pelo Decreto nº 7.663/68.

Na década de 90, a lei n° 10.831/90 desencadeou a última mudança de endereço dos desfiles de Carnaval, que se deu em 1991, quando passaram a ser realizados no Polo Cultural Grande Otelo, uma grande passarela de mais de quinhentos metros construída na Avenida Olavo Fontoura, e popularmente conhecido por Sambódromo do Anhembi. Este local, de propriedade da Anhembi S/A, sedia os desfiles desde então, e nele ainda são realizados diversos eventos das mais variadas naturezas.

Programação do Carnaval SP 2019

Desfiles das Escolas de Samba do Carnaval SP 2019

As batidas contagiantes das baterias das escolas de samba continuam influenciando os carnavais ao longo dos anos. Há uma enorme demanda por músicos e passistas conforme a competição cresce. O carnaval é a oportunidade perfeita para as escolas exibirem seus talentos. O Carnaval de São Paulo não existiria sem a contribuição das escolas de samba, formadas por grupos de pessoas de diversas comunidades e bairros  da cidade. Homens, mulheres e crianças se reúnem, independentemente de suas classes sociais, para projetar e construir tudo que é necessário para o desfile, incluindo a composição de cada samba-enredo.

As escolas de samba são o coração e a alma do Carnaval. Estas escolas são formadas por gente dos bairros de São Paulo, que se junta para preparar o grande espetáculo de cor, música e dança no Sambódromo, uma passarela de concreto especialmente criada para abrigar os desfiles das escolas de samba durante o Carnaval. São necessários diversos figurinistas, engenheiros, carpinteiros, eletricistas, músicos, passistas fabulosos e milhares de outros trabalhadores para criar um show impressionante.

A Liga das Escolas de Samba de São Paulo já definiu a ordem dos desfiles do Grupo Especial do carnaval SP 2019. A ordem dos desfiles é parte importante da organização do carnaval. As escolas de samba dependem da definição do horário de desfile para que os carnavalescos criem as fantasias considerando contar com a luz artificial da avenida ou com a claridade do dia. Essa condição será levada em conta na definição das cores das roupas. Os desfiles serão realizados nos dias 1º e 2 de março de 2019 no Sambódromo do Anhembi. Confira a ordem dos desfiles:

Grupo Especial – 1ª noite: sexta-feira, 01 de março

  1. 23H15 – Colorado do Brás
  2. 00H20 – Império de Casa Verde
  3. 01H25 – Mancha Verde
  4. 02H30 – Acadêmicos do Tucuruvi
  5. 03H35 – Acadêmicos do Tatuapé
  6. 04H40 – X-9 Paulistana
  7. 05H45 – Tom Maior

Grupo Especial – 2ª noite: sábado, 02 de março

  1. 22h30 – Águia de Ouro
  2. 23h35 – Dragões da Real
  3. 00h40 – Mocidade Alegre
  4. 01h45 – Vai-Vai
  5. 02h50 – Rosas de Ouro
  6. 03h55 – Unidos de Vila Maria
  7. 05h00 – Gaviões da Fiel

Grupo de Acesso – 3ª noite: domingo, 03 de março

  1. 21H00 – Mocidade Unida da Mooca
  2. 22H00 – Independente Tricolor
  3. 23H00 – Barroca Zona Sul
  4. 00H00 – Nenê de Vila Matilde
  5. 01H00 – Leandro de Itaquera
  6. 02H00 – Camisa Verde e Branco
  7. 03H00 – Unidos do Peruche
  8. 04H00 – Pérola Negra

Grupo de Acesso – 4ª noite: segunda-feira, 04 de março

  1. 20H00 – Primeira da Cidade Líder
  2. 20H50 – Amizade Zona Leste
  3. 21H40 – Torcida Jovem
  4. 22H30 – Estrela do Terceiro Milênio
  5. 23H20 – Unidos de Santa Bárbara
  6. 00H10 – Tradição Albertinense
  7. 01H00 – Uirapuru da Mooca
  8. 01H50 – Imperador do Ipiranga
  9. 02H40 – Camisa 12
  10. 03H30 – Combinados do Sapopemba
  11. 04H20 – Dom Bosco
  12. 05H10 – Morro de Casa Verde

Até o carnaval, serão mais de 70 ensaios, divididos em 22 datas, envolvendo as agremiações que integram o Grupo Especial e Grupos de Acesso 1 e 2. Confira a programação:

Sexta – 11/01
23:00 – CAMISA VERDE E BRANCO

Sabado – 12/01
19:15 – LEANDRO DE ITAQUERA
20:30 – INDEPENDENTE TRICOLOR
21:45 – NENÊ DE VILA MATILDE

Domingo – 13/01
20:30 – IMPÉRIO DE CASA VERDE

Quinta – 17/01
21:45 – UNIDOS VILA MARIA
23:00 – UNIDOS DO PERUCHE

Sexta – 18/01
21:45 – COLORADO DO BRÁS

Sábado – 19/01
18:00 – MOCIDADE UNIDA DA MÔOCA
19:15 – PÉROLA NEGRA
20:30 – MOCIDADE ALEGRE
21:45 – TOM MAIOR
23:00 – MANCHA VERDE
00:15 – ROSAS DE OURO
01:30 – VAI VAI

Domingo – 20/01
19:15 – ESTRELA DO TERCEIRO MILÊNIO
20:30 – BARROCA ZONA SUL

Sexta – 25/01
18:00 – AMIZADE ZONA LESTE
19:15 – LEANDRO DE ITAQUERA
20:30 – UNIDOS DO PERUCHE
21:45 – INDEPENDENTE TRICOLOR
23:00 – NENÊ DE VILA MATILDE

Sábado – 26/01
19:15 – CAMISA 12
20:30 – IMPERADOR DO IPIRANGA
21:45 – CAMISA VERDE E BRANCO
23:00 – GAVIÕES DA FIEL

Domingo – 27/01
18:00 – MORRO DA CASA VERDE
19:15 – SANTA BÁRBARA
20:30 – PRIMEIRA DA CIDADE LÍDER

Sexta – 01/02
20:30 – COLORADO DO BRÁS
21:45 – MOCIDADE ALEGRE
23:00 – X9 PAULISTANA

Sábado – 02/02
17:00 – UIRAPURU DA MÓOCA
18:00 – BARROCA ZONA SUL
19:15 – ÁGUIA DE OURO
20:30 – UNIDOS DE VILA MARIA
21:45 – TOM MAIOR
23:00 – IMPÉRIO DE CASA VERDE

Domingo – 03/02
18:00 – MOCIDADE UNIDA DA MÓOCA
19:15 – DRAGÕES DA REAL
20:30 – ACADÊMICOS DO TUCURUVI
21:45 – INDEPENDENTE TRICOLOR

Quinta – 07/02
21:45 – ROSAS DE OURO
23:00 – CAMISA VERDE E BRANCO

Sexta – 08/02
21:45 – PÉROLA NEGRA
23:00 – NENÊ DE VILA MATILDE

Sábado – 09/02
16:00 – TORCIDA JOVEM
17:00 – DOM BOSCO DE ITAQUERA
18:00 – LEANDRO DE ITAQUERA
19:15 – UNIDOS DO PERUCHE
20:30 – ÁGUIA DE OURO
21:45 – X9 PAULISTANA
23:00 – GAVIÕES DA FIEL
00:15 – VAI VAI

Domingo – 10/02
16:00 – TRADIÇÃO ALBERTINENSE
17:00 – ESTRELA DO TERCEIRO MILÊNIO
18:00 – IMPERADOR DO IPIRANGA
19:15 – MOCIDADE UNIDA DA MÓOCA
20:30 – ACADÊMICOS DO TATUAPE
21:45 – COMBINADOS DE SAPOPEMBA

Quinta – 14/02
20:30 – PRIMEIRA DA CIDADE LÍDER
21:45 – GAVIÕES DA FIEL

Sexta – 15/02
20:30 – BARROCA ZONA SUL
21:45 – TOM MAIOR
23:00 – IMPÉRIO DE CASA VERDE
00:15 – VAI VAI

Sábado – 16/02
18:00 – COLORADO DO BRÁS
19:15 – UNIDOS DE VILA MARIA
20:30 – MOCIDADE ALEGRE
21:45 – MANCHA VERDE
23:00 – ROSAS DE OURO

Domingo – 17/02
18:00 – ACADÊMICOS DO TUCURUVI
19:15 – DRAGÕES DA REAL
20:30 – ACADÊMICOS DO TATUAPE
21:45 – X9 PAULISTANA

Quinta – 21/02
20:30 – ÁGUIA DE OURO
21:45 – ACADÊMICOS DO TATUAPE
23:00 – MANCHA VERDE

Informações do Carnaval SP 2019

Sambódromo do Anhembi

O Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, mais conhecido como Sambódromo do Anhembi, está localizado no Anhembi, no distrito de Santana, na Zona Norte da cidade de São Paulo. Nele, são realizados, todos os anos, os desfiles dos três principais grupos das escolas de samba do Carnaval de São Paulo.

Projetado por Oscar Niemeyer – o mesmo projetista do sambódromo do Rio- foi construído e inaugurado em 1991. Possui 530 metros de comprimento e catorze metros de largura. Conta com um piso de concreto estrutural antialagamento, além de ter capacidade para cerca de 30 000 pessoas.

Quando foi inaugurado em 1991, pela então prefeita Luiza Erundina, a passarela do samba tinha capacidade para apenas 10.000 pessoas. Em 1995, com a conclusão de alguns módulos de arquibancada, sua capacidade passou para 20.000. Em 12 de fevereiro de 1996, na gestão do prefeito Paulo Maluf, com todos os setores concluídos, foi entregue o Sambódromo com sua capacidade ampliada para 30.000 pessoas.

O Sambódromo do Anhembi está localizado no coração de São Paulo ao lado da Marginal Tietê. É de fácil acesso a todas as regiões da cidade. As estações de metrô Barra Funda e Tietê são os melhores pontos de referência para o Anhembi. Durante os dias de desfiles, linhas de ônibus gratuitas são disponibilizadas saindo dos terminais dessas estações.

sambodromo do anhembi

Os preços dos ingressos para os desfiles no sambódromo de São Paulo variam entre R$90 a R$190 (arquibancada do Grupo Especial) e R$370 a R$2.420 (cadeiras e mesas de pista do Grupo Especial). O pagamento podem ser feito em até 12 vezes sem juros no cartão de crédito ou à vista com cartão débito ou dinheiro. Saiba mais sobre as políticas de meia entrada no site da Liga SP.

Os ingressos para os desfiles das escolas de samba em SP são nominais e intransferíveis, por isso você vai ter que apresentar RG e CPF no momento da compra para cadastro. Além dos ingressos para os desfiles do Grupo Especial você também pode comprar ingressos para os desfiles dos Grupos de Acesso e para o Desfile das Campeãs.

A entrada de crianças menores de 5 anos é proibida e crianças de 6 a 12 anos entram apenas acompanhadas de pais ou responsáveis. Jovens de 13 a 17 anos podem assistir aos desfiles no sambódromo do Anhembi acompanhadas por responsáveis maiores de idade.

Os Próximos Carnavais de São Paulo

A maior festa do mundo está chegando mais uma vez, e é esperado que o Carnaval de São Paulo seja ainda maior, com milhares de foliões participando dos blocos de rua e dos desfiles das escolas de samba. Veja abaixo as datas dos próximos carnavais e programa-se:

Ano De (Sexta-feira) Até (Quarta-feira de Cinzas)
2018 9 de Fevereiro, 2018 14 de Fevereiro, 2018
2019 1 de Março, 2019 6 de Março, 2019
2020 21 de Fevereiro, 2020 26 de Fevereiro, 2020
2021 12 de Fevereiro, 2021 17 de Fevereiro, 2021
2022 25 de Fevereiro, 2022 2 de Março, 2022
2023 17 de Fevereiro, 2023 22 de Fevereiro, 2023
2024 9 de Fevereiro, 2024 14 de Fevereiro, 2024
2025 28 de Fevereiro, 2025 5 de Março, 2025

Carnavais de São Paulo Passados

Acadêmicos do Tatuapé foi a bicampeã do carnaval 2018 de São Paulo. O título só foi garantido na apuração da última nota do último jurado, e pelos critérios de desempate: a escola ficou com a mesma pontuação da Mocidade Alegre, Mancha Verde e Tom Maior (270 pontos), mas teve melhor desempenho no quesito alegoria. Unidos do Peruche e Independente Tricolar foram rebaixadas. Veja quais foram as últimas campeãs…

Ano Escola Enredo
2018 Acadêmicos do Tatuapé Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria
2017 Acadêmicos do Tatuapé Mãe África conta a sua história: do berço sagrado da humanidade à abençoada terra do grande Zimbábue
2016 Império de Casa Verde Império dos Mistérios
2015 Vai-Vai Simplesmente Elis – A Fábula de Uma Voz na Transversal do Tempo
2014 Mocidade Alegre Andar Com Fé Eu Vou…Que a Fé Não Costuma Falhar
2013 Mocidade Alegre A Sedução me fez provar, me entregar a tentação…Da Versão Original, qual será o final?
2012 Mocidade Alegre Ojuobá – No Céu, os Olhos do Rei… Na Terra, a Morada dos Milagres… No Coração, Um Obá Muito Amado!
2011 Vai-Vai A música venceu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.