Barsi Diz que Renda Fixa é Perda Fixa, Você Concorda?

O mega-investidor Luiz Barsi já disse em várias entrevistas que “renda fixa é perda fixa”. Mas o que realmente está por trás desta afirmação? Já vi  muitas interpretações por aí, a maioria delas enviesadas e equivocadas, o que afinal está por trás desta frase tão polêmica e mal entendida?

Em entrevista publicada no portal Infomoney, Luiz Barsi disse:

“Se você anotar todos seus gastos no começo e no final do ano e comparar o aumento com o que a renda fixa lhe paga, vai ver que sempre está perdendo poder aquisitivo. Aplicar na renda fixa rende menos que sua inflação. Renda fixa é perda fixa. Eu aplicava nisso quando dava 20% ao dia. Hoje vejo que a população ficou seduzida pelos retornos daquele período de inflação galopante e juros altos. O governo não incentivou a criação de investidores, criou um bando de agiotas que emprestam dinheiro ao banco e recebem pouco.”

No vídeo abaixo você pode verificar a mesma fala:

Algumas reações à afirmação do investidor encontradas na internet:

baggins em 1/8/2015 1:22:58
Barsi é um cara genial / Mas acho que ele adora dar umas trolladas nas entrevistas / Ele disse em uma certa vez que a mulher pediu um SUV, aí ele comprou o chinês mais barato 0 estrelas no crash test e deu pra ela, e tava se gabando pq “economizou”. Se isso for verdade, o que eu duvido que é, eu nem sei o que pensar ahahhaa / A conclusão é que pouco se aproveita de tentar seguir esses caras, não dá de jeito nenhum

Bastter em 31/7/2015 12:27:50
pare de ler estas coisas / o dia q vc souber o q o Barsi realmente pensa de verdade / ele ficou pobre

luqteixeira em 31/7/2015 12:29:07
acho que ele foi bem infeliz nessa

Bastter em 31/7/2015 12:31:30
luq ele não foi nada / ninguém sabe o q ele fala ou pensa de verdade / é mais um q o bullshit usa para bullshitar

LordVader em 31/7/2015 15:18:56
O que eu havia interpretado dessa frase era aquele conceito de Equity Bond do Buffet em ações para o longo prazo, de que no longo prazo os dividendos de ações iam pagar mais do que renda fixa. Eu li essa frase solta por aí e não tinha entendido o contexto da entrevista nem do que eles estavam falando. Muita gente no Brasil acha que a renda fixa aqui vale a pena, mas se é um negócio tão bom pq tem tanta gente nele? Esse é o verdadeiro efeito manada? E ademais, renda fixa é um patrimônio de valor? Não sei nem pensar em como medir o valor de uma renda fixa, tipo lci, cdb, tesouro direto…

thi em 31/7/2015 13:19:07
é a inflação… / muita gente acha q ta ganhando, mas não percebe está com rendimentos reais negativos e se ilude com ganho nominal… / principalmente quem ta nos pre fixados.

APC1975 em 31/7/2015 13:42:41
Eu, particularmente, adoro a perda fixa. / Estou super satisfeito.

Cleber46 em 31/7/2015 14:09:36
É perda fixa sim, ganho maior em renda fixa é pq governo e economia estão ruins e se tu financiar governo e não setor produtivo continuará assim

duvidendo em 31/7/2015 14:16:20
Meus títulos pré-fixados estão com rendimento médio acima do IPCA; / Não é a cotação do dólar que define a estrutura de custos da minha família. / Pergunto, como meus títulos de Renda Fixa são de “Perda Fixa”?
É só um exemplo ilustrativo de como é perigoso generalizar. / Bullshit do grande.

Rafa Rayan em 31/7/2015 12:30:06
Renda variável é perda variável

Renda Fixa é Perda Fixa?

Em um post sobre títulos públicos que publiquei aqui no site nesta semana (relembre aqui) citei esta afirmação do Barsi de que “renda fixa é perda fixa”. Esta citação também gerou diversos comentários, dentre eles este do leitor Nilvan de Almeida:

Luiz Barsi Filho é um investidor de grande renome,  porém, ele é muito mal intencionado. Como ele pode afirmar que renda fixa é perca fixa? Se em alta da inflação você protege teu capital e ganha uma taxa de no mínimo 5 % de rentabilidade líquida e, com queda da Selic, você vê seus investimentos em IPCA + e taxas pré fixadas obterem rentabilidades de até 40 % bruta? Ele é tão mal intencionado que se alguém perguntar onde investir para aposentadoria ele irá indicar sem sobra de dúvidas as empresas no qual ele é um dos maiores acionistas individuais. Dessa forma fica fácil dizer que renda fixa é perda fixa.

Respondi o comentário do Nilvam tentando mostrar uma visão diferente da afirmação, segundo a minha ótica:

Dependendo do tamanho da inflação nem mesmo este Tesouro IPCA vai te ajudar. Se a inflação for gigantesca – como já foi no passado – a perda pode ocorrer. Comparar renda fixa com renda variável é como comparar óleo com água. Porém, entendo que o Barsi diz que a renda fixa representa uma “perda fixa” quando a primeira é confrontada com a segunda. Explico: para ele, manter em uma renda fixa um recurso que você poderia manter em uma renda variável irá representar um menor retorno ao longo dos anos. E por que ele diz isto? Simplesmente porque as boas empresas tem retornos muito maiores ao longo do tempo. Mas estamos aqui falando de boas empresas e não qualquer ação. E como a maioria dos investidores não tem os conhecimento suficientes para montar uma carteira de ações então o que resta é mesmo a renda fixa, mesmo ela representando uma ‘perda fixa’ no longo prazo.

Renda Fixa ou Renda Variável: O Que é Melhor?

Com tanta polêmica em torno desta afirmação do Barsi, você pode agora esta confuso sobre o que é melhor para investir: renda fixa ou renda variável? O fato é que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa (risos), e mais: uma coisa não exclui a outra. Para tentar esclarecer melhor esta questão vou postar aqui um comentário que recebi do colega Dirceu Sena que achei muito pertinente sobre este tema, fiz apenas algumas adaptações para o texto ficar melhor formatado, mas o comentário original você poderá encontrar aqui.

Dirceu Sena disse em 10/01/2017 às 11:43:

Outra questão importante que ele considera é que a inflação geral não quer dizer a sua inflação ao longo dos anos. Quando mais velho, você pagará um plano de saúde muito mais caro, a inflação da saúde é muito maior que a inflação dos alimentos e transportes e quando você ficar velho você precisará arcar com isso.

dragao da inflacaoAlém disso, há o efeito substituição que trás um viés para a medição da inflação, no sentido que os consumidores muda de hábito ao longo dos anos, mas dependendo da metodologia de medição, a medida de inflação não volta atrás digamos assim, só atualiza a cesta atual e ponto final, para os anos anteriores considera a cesta dos anos anteriores, trazendo um viés que os economistas chamam de viés da substituição.

Segundo o Barsi, ele mede a sua inflação anualmente e em todos os anos ela foi muito superior que o do IBGE, isso porque as pessoas passam a comprar itens mais caros, mudam seus hábitos, passam a gastar mais com saúde, etc. Enfim, ele pode até ser mal-intencionado, mas se você lê o que ele diz há um sentido por trás, ele não joga palavras ao vento.

A única coisa que acho equivocada da parte dele, mas ele é de outra geração, é que ele considera dividendos acima de tudo e sabemos que dividendos não quer dizer nada, lucro sim quer dizer alguma coisa. A holding Berkshire do vovô Buffett não paga dividendos nenhum e veja onde está. A Apple pagou poucos dividendos no momento inicial de crescimento.

O investidor precisa entender do negócio da empresa e, acima de tudo, entender que o dividendo não vem de graça, não há uma fábrica de dinheiro dentro da empresa e que lucro retido bem usado pode trazer até mais retorno para o acionista que dividendos. De toda forma, quem sou eu para ensinar o Barsi a investir? Nem sabemos se ele realmente considera dividendos de forma tão ingênua…

Renda fixa não é perda fixa, ela tem seu papel em uma carteira, mas ele tem razão em dizer que no longo prazo acompanha muito mal a inflação real das pessoas, ela serve como reserva de emergência, como reserva para crises, como meio de diminuir a volatilidade da certeira, mas para remunerar de forma real os investidores isso ele tem razão, ela não serve de jeito nenhum, mas ela não é inútil e tenho certeza que ele tem renda fixa na carteira, mas fazendo uso dela da forma correta.

Se renda fixa batesse renda variável, por que os empresários fazem empresas? São instituição de caridade? Se LCA batesse a produção de alimentos em uma fazendo, por que os fazendeiros não vendem tudo e compram títulos de renda fixa? Enfim, não faz sentido essa afirmação maluca de no Brasil a renda fixa blá blá blá… Em qualquer lugar do mundo, o resultado é o mesmo: boas empresas trazem mais valor que renda fixa e isso é óbvio: se não fosse assim, todos fechariam suas portas, comprariam títulos do governo e ficariam em casa.

stocks for the long runVocê já deve ter lido, mas não custa nada dar uma olhada no trabalho do Jeremy Siegel – Stocks for the Long Run. Ele traz uma estatística impressionante, mas só estatística não quer dizer nada, pois padrões gráficos podem ocorrer de tempos em tempos, o importante é que haja uma explicação econômica.

O Siegel traz até uma estatística que mostra que em 200 anos qualquer sub-período de 17 ou 18 anos (não me lembro) as ações sempre batem a renda fixa. Muita gente diz que isso é porque são os EUA, etc. Não temos uma estatística como a dele para o mercado brasileiro, mas o mais importante mesmo é se o que ele viu tem um sentido econômico por trás e qual é este sentido.

Na minha opinião, este é o ponto chave. A numerologia por si só não diz nada, mas a numerologia com economia pode dizer alguma coisa. Neste caso, há uma explicação econômica para as ações baterem a renda fixa no longo prazo, que pode ser resumida em “empresas abrem empresas, e não instituição de caridade”.

Eles não abrem empresa para ter só lucro contábil, eles precisam de lucro econômico, um lucro que compense inclusive o custo de oportunidade do capital empregado, caso contrário eles simplesmente venderiam tudo, comprariam renda fixa e ficariam na praia. Este é o sentido econômico de por que as empresas trazem mais retorno.

Contudo, a teoria do portfólio do Markowitz mostra que a renda fixa tem um papel crucial para o investidor, que é a redução do risco global da carteira, este medido como desvio padrão dos retornos obtidos. Este é o sentido da renda fixa: trazer maior estabilidade para os retornos, trazer paz psicológica em outras palavras.

Sim, o melhor é você investir no que você sabe. Investir sem entender o que está fazendo é merda na certa. Eu também não recomendo renda variável para ninguém, títulos públicos são muito mais rentáveis para a maioria das pessoas. Analisar empresas significa analisar negócios, e isso não é nada fácil.

O estudo do Siegel é sobre um índice geral, do tipo Dow Jones, de toda forma esses índices também tem diversos viés em suas metodologias, então também tem esses problemas. Além disso, o mercado muda ao longo do tempo. Por exemplo, em economias de juros negativos, um P/L de 50 pode ser barato. Se você seguir a risca o que o Graham diz em seus livros, vai achar que está caro.

Um dia eu vi uma entrevista em que o Buffett falava que se todo mundo tivesse certeza que os juros ficariam a esses níveis pelos próximos 50 anos, o P/L geral subiria para 100, isso mesmo 100. Ou seja, saber o que é caro ou que é barato não é algo tão simples como parece. Agora não é só investidor que precisa se adaptar, empresas também, vide Kodak e muitas outras gigantes que somem do mercado porque não se atualizam.

Eu pessoalmente gosto de diversificação principalmente porque não vivo de bolsa, mas mesmo que vivesse acho que continuaria diversificado. Gosto da ideia de ter imóveis, sobretudo em uma época em que todo mundo acha que nunca mais os preços subirão como subiu, etc.

warren buffetGosto de renda fixa, gosto de FII, gosto de ações, gosto de investir em outros países, mas gosto de investir no Brasil também, não acho que aqui é apocalipse, gostaria de abrir uma empresa, de preferência até mais de uma, enfim diversificar os riscos, colocar dinheiro em vários setores da economia, mas sempre em empresas e em negócios que eu entenda minimamente, que eu saiba como as empresas podem perder dinheiro e como podem ganhar.

Agora pela minha experiência, que ainda é pouca, coisas inesperadas acontecem, empresas que você não achava que se multiplicaria em receita, lucro, etc., se multiplica, empresas que você acha que vai multiplicar fica estagnada, enfim é difícil prever o que vai acontecer, mas é necessário fazer estimativas de fluxos de caixa futuro e descontá-los para o presente.

De toda forma, são estimativas, já que para descontar os fluxos de caixa futuros para o presente você vai precisar estimar a taxa de juros média e aí eu me lembro das palavras do Buffett, “se todo mundo tivesse certeza que as taxas de juros etc.”, ou seja, ninguém tem certeza, ninguém sabe ao certo como estarão as taxas de juros em um futuro de 20, 30 anos, para você poder estimar com precisão o quanto vale uma empresa.

Até o próprio fluxo de caixa futuro é incerto, ou seja, é importante diversificar. E veja que quando você muda a estimativa da taxa em poucos pontos percentuais a diferença é brutal nos cálculos, ou seja, os resultados são muito sensíveis e portanto pouco confiáveis, você precisa de uma margem de segurança.

62 thoughts on “Barsi Diz que Renda Fixa é Perda Fixa, Você Concorda?

  1. IC Reply

    Uó,

    O que me irrita nesta discussão são essas “empresas boas”. Pq não existe um “Índice de Empresas Boas? O que é uma empresa boa? Já ouvi muito colega na blogosfera dizendo que tem que ter governança e bla bla bla. Como se mede governança? Pelo que sai na mídia? Pelo release da empresa? Vamos bater na porta do presidente pra fazer auditoria amadora pra escolher ação?

    Você deu exemplo numa resposta a um comentário acima de quem comprou BBAS3 no início do ano. Até pouco tempo atrás, se alguém sugerisse, mesmo de brincadeira, comprar BBAS3 ia ser fuzilado pelos comentários!!! “Dedo podre do governo!” “Quero ficar longe de empresa que tem governo como acionista!” e outras mais que se ouvia religiosamente em todo texto ou comentário citando Vale ou BB. Agora viraram “empresa boa”?

    E mais: Quantas “empresas boas” são “boas” a uma década? e a duas? três? E as empresas boas destas épocas, ainda estão aqui?

    Stock picking é pura sorte. Só. Quem der a sorte de comprar e vender a ação (ou carteira) certa na hora certa, vence. Mesmo analisando balanço, ou cenário econômico: alguém aqui apostava no cenário atual, um ano atrás? inflação em queda, Eike na cadeia, Brexit, crise de refugiados, Dólar caindo, etc? Se acertou um desses, foi muito. Se acertou todos, deveria usar estes poderes na megasena da virada! 🙂

    Não entenda isso como um ataque, Uó. Respeito muito você, principalmente pela cordialidade, experiência, boa vontade em dividir conhecimento com todos. Minha intenção é somente argumentar sobre estas questões, com fatos e dados, para aprendermos e crescermos juntos. Nós já temos uma desvantagem enorme em relação aos “grandes”. Se ao invés de aprender uns com os outros ficarmos discutindo igaul torcida de futebol, não vamos chegar a lugar nenhum.

    Um abraço!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Fala I.C.
      Ponderações muito sensatas. Obrigado por compartilhar.
      Penso que é fácil detectar uma empresa boa, basta olhar os relatórios, difícil mesmo é saber se ela continuará boa ou mesmo se vai melhorar. Porque para ação continuar subindo, não adianta continuar boa, tem que melhorar para os lucros crescerem. Enfim, é como você disse, stock picking exige um pouco de sorte, não diria que é “pura sorte”, mas quanto menos conhecimento você tem mais o fator sorte irá sobressair.
      Abraço!

  2. mvelosoqueiroz Reply

    Barsi quer criar polêmica, ele sabe que o Brasil é a terra da renda fixa, e que todos reagiram de maneira exagerada. Resta apenas saber o porquê da polêmica. É para render acessos? É para promover o mercado de ações no topo?

    Renda fixa não é só poupança.

    http://antipoda.com.br/

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      A citação é polêmica mas o objetivo dele não foi este, penso eu. Imagino que ele apenas externou sua forma de investimento se embasando em um pensamento. Vou tentar entrar em contato para ele mesmo explicar melhor a frase. Vejo que os entendimentos estão divergindo muito.

      • mvelosoqueiroz

        Eu o vejo, entre a rua 3 de dezembro e 15 de novembro, quase todas as semanas. Ele anda sempre rápido, camuflado na multidão, camisa polo e calça jeans. Nunca o parei para cumprimentar, deve ser muito invasivo: “Oi, senhor bilionário… digo, senhor Barsi”… rsrs

      • Ábaco Líquido Post author

        Tenta pelo menos pegar o email dele, rs.

      • mvelosoqueiroz

        Será que ele Whatsapp? Tá na hora de comprar um smartphone, Alexandre! kkkkk… Tenha uma ótima semana, meu caro!

      • Ábaco Líquido Post author

        Eu não, rs

  3. Anônimo Reply

    Pra concluir, existe muita gente esforçada nessa comunidade, mas não há nenhum gênio das finanças. Por exemplo, alguém previu que as ações da Vale iriam se valorizar tanto nos últimos três meses ?
    Então acho melhor admitirmos para nos mesmo que pouco sabemos desse universo econômico-financeiro.
    Em resumo somos todos sardinhas num oceano onde há poucos tubarões.

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Eu previ que as Vales iam se valorizar, comprei a 6 reais,rs. Mas previ que elas se valorizassem daqui uns 4 anos, viu como errei feio?! rs
      Você disse certo, aqui só tem gente esforçada, mas poucos sabem o que estão fazendo.
      Grande abraço!

  4. Anônimo Reply

    Esse e um tema bastante controverso. Vamos analisar algumas coisas.
    1- As taxas de juros dos países ricos são muito diferentes do Brasil. Taxas de quase 8%+IPCA não são encontradas facilmente no mundo. e no Brasil você ainda tem a chance de travar uma taxa e obter ganhos bastantes significativos nos diversos ciclos da Selic, haja vista o que esta ocorrendo agora onde em um ano sua carteira pode render 50%.
    2- O conhecimento de um pequenos investidor e muito pequeno em comparação com os grandes investidores. Na verdade se você acompanhar as carteiras dos diversos blogueiros e compara-las com o rendimento do CDI você verificará que a totalidade perdeu para o CDI durante o período de acompanhamento. E claro que esse período e de no máximo cinco anos e no LP isso pode mudar, mas o que realmente fez as carteiras aumentarem o patrimônio foram os aportes.
    3- A verdade e que a maioria das empresas brasileiras só são lucrativas por uma serie de benefícios que o Estado forneciam a elas e isso ficou claro na lava jato.Nos temos um capitalismo de Estado onde não são as empresas mais competitivas que vencem e sim as escolhidas.

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Lá nos E.U.A. a bolsa só sobre porque ninguém quer renda fixa. Não há para aonde ir.

  5. Investidor Livr3 Reply

    Fala Uó,

    Concordo 100% com o mito.

    Renda fixa é perda fixa e ponto final, pior ainda se for no Tesouro Direto.

    Abraços.

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Opa, discorra mais sobre sua tese…

  6. Anônimo Reply

    Você confia na taxa de inflação que o governo divulga?

  7. RKinvestimentos Reply

    Há perda fixa/na renda fixa;
    Há perda variável/ na renda variavel;
    Depende : do conhecimento e forma de investir.
    Abraço
    Bagual

  8. KB Investimentos Reply

    Concordo com o André, não faz sentido comparar as melhores ações com a média da renda fixa. Ou compare as médias dos dois ou compares os melhores ativos de cada classe.
    Acho um tanto exagerado esse exemplo do Barsi de perda de poder de compra de mais de 20% em um ano.
    Ok. A inflação de cesta de bens dele pode ter sido maior do que a oficial, mas não precisa exagerar também.

    Abs,

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Realmente 20% hoje em dia é um pouco exagerado, não sei porque ele citou este valor.

  9. Dirceu Sena Reply

    Gostei muito do comentário do Frugal Simple: “Quer ficar rico investindo? Invista na sua carreira, seu trabalho e seus estudos. Invista em você pq isso é melhor e mais rentável do que investir em empresa dos outros.”. Inclusive acrescentaria que está aqui mais uma função para a RF: investimento na carreira. Eu pessoalmente faço isso. De tempos em tempos, eu me qualifico e uso a RF para isso. Da última vez que me qualifiquei, fazendo um curso na Alemanha, após o curso, em um prazo de 1 ano, meus aportes foram iguais a tudo que tinha acumulado nos anos anteriores. Claro que isso foi possível porque eu estava no começo de carreira e os ganhos são mais expressivos no início, mas agora já estou me preparando para fazer um novo investimento de porte na carreira e pretendo zerar a RF que tenho neste investimento. Até o momento, minha experiência pessoal foi que nada bateu investimento em mim mesmo, fazendo bons cursos, estudando línguas, etc. Eu não economizo com educação, valorizo de verdade, procuro sempre fazer os melhores cursos do mundo e nunca me arrependi dos investimentos que fiz. Excelente comentário do Frugal Simple. Uó, parabéns pelos sucessivos posts, você está postando bastante e sempre com qualidade, parabéns pela eficiência, espero continuar lendo coisas legais por aqui! Também espero que formemos uma nova geração no Brasil, aqui está precisando mudar e nada melhor do que começar a mudar a nós mesmos, como dizia Confúcio 😉 Abração!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Tb concordo Dirceu, riqueza se constrói com trabalho. E mais… com trabalho seu e de outras pessoas, quem fica realmente rico neste mundo é quem coloca outras pessoas para trabalhar para ele. Concorda?
      Obrigado por contribuir tanto com este blog.
      Abraço!

    • Dirceu Sena Reply

      Com certeza, Uó. Eu também penso em abrir uma empresa no médio prazo, mas acredito que preciso de mais conhecimentos em finanças corporativas, marketing, administração, etc. Como não tenho pressa, continuo me qualificando e juntando um patrimônio até para me permitir fazer cagadas nos primeiros empreendimentos, algo que com grandes probabilidades um iniciante fará. Falo de cagadas do tipo falência mesmo. Não teria coragem de colocar todo meu patrimônio em um único empreendimento, então preciso ser paciente. Também penso que gostaria de empreender em outro país, pois não quero morar aqui para sempre, penso em Suíça, Alemanha, etc., gosto dos países germânicos por identificação cultural mesmo. Quando viajo pelas bandas de lá me sinto em casa, sou muito bem recebido por eles, tenho vários amigos, etc. Além disso, no início, eu tentaria empreender sem largar meu emprego, tentaria fazer em paralelo até sentir que o negócio deslanchou. Como minha esposa também quer empreender e quer estudar administração, ficaria nas mãos dela no início e eu cuidaria “só” das finanças e de questões de tributação do país, etc., já que meu alemão é até o momento melhor que o dela… Enfim, são planos que quero colocar em prática no médio prazo, no tenho pressa, mas por enquanto eu tento ser um peão qualificado e ir investindo o que consigo poupar em investimentos que considero de valor. Inclusive está aqui outro uso que pessoalmente farei da RF: abrir meu primeiro empreendimento daqui uns 12 anos. Enfim, a RF tem muitos usos e quem determina qual o uso correto é o próprio investidor, por isso é tão divertido e ao mesmo tempo complexo este mundo de investimentos!

      • Ábaco Líquido Post author

        Empreender é algo deveras desafiador, e antes de mais nada é fundamental encontrar um nicho de mercado. Sou empreendedor já há alguns anos, os desafios são muitos, mas o que nos mantém sempre motivados é fazer o que gostamos.

        Tem investido em qual modalidade de RF Dirceu?

      • Dirceu Sena

        Opa, Uó. Meus investimentos em RF são relativamente simples. No exterior, eu não tenho RF, eu compro metais físicos que ficam estocados em um banco de um cantão da Suíça (tecnicamente não é RF, já que não há juros, há na verdade despesas com estocagem, mas eu tenho 5% do patrimônio nisso para crises sérias e duradoras); eu olho o preço relativo entre o ouro e a prata para colocar os melhores momentos de compra de cada um. Algo entre 40 e 50:1 está muito bom para comprar ouro; acima disso eu costumo comprar prata. Inclusive aqui vai uma dica: análise gráfica de preços é muito mais valiosa em commodities do que em ações, pois as ações têm dividendos e a outra não. Quando há dividendos, a análise de fluxos de caixa futuros é muito mais confiável que a análise gáfica. Eu tbm compro platinum só pela diversificação mesmo. Dentro do Brasil, eu compro majoritariamente IPCA+ 2035, 85% de minha renda fixa no Brasil está aqui, o que traz um risco (leia-se volatilidade) maior para a minha carteira. Os demais 15% da RF do Brasil está em Selic mesmo, é minha reserva de emergência de médio prazo. Tbm tenho uma poupança que eu nem conto que é para despesas médicas do tipo hoje, liquidez imediata, mas eu não conto isso no patrimônio não… De todo modo, os títulos, metais e cash são hoje algo como 20% do meu patrimônio. Contudo, isso muda com o tempo, eu adoto o que se chama “tactical asset allocation” como estratégia de portfolio… A RV está dividida em 4 países, mas eu pretendo acrescentar mais um país, estou estudando este 5º país já faz alguns meses, mas ainda preciso de mais tempo para analisar as empresas com mais cuidado… Enfim, como sempre, você pergunta uma coisa, eu respondo a coisa e já acrescento mais umas 8, hehehe, preciso ser mais sucinto…

      • Ábaco Líquido Post author

        Caramba… metais… países… suíça.. é Dirceu, você precisa mesmo criar um blog para divulgar estas estratégias globais, tem coisa boa aí… não dá muita corda, posso pedi pra você fazer um post sobre alocação de ativos nos 4 cantos do mundo, rs.

  10. Acionista25 Reply

    para leigos como eu só a diversificação salva.Estou apenas há 15 anos nesse mundo de investimentos.Muito interessante o texto.Até hoje só consegui ganhar alguma grana em renda fixa.Tenho carteira de ações, mas para mim bolsa só se deveria investir em tempos de crise.Não há fórmula pronta para o sucesso nos investimentos.Cada um vá tirando suas próprias conclusões e contando com muita sorte para sobreviver nesta selva dos investimentos.
    Abraços!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Apenas 15 anos? Isto é uma vida, rs.

  11. gil Reply

    Besteira total isso.
    Só invisto em RF e meu patrimônio só aumenta.
    Agora, o que vejo de blogueiro de finanças que simplesmente desistiram da bolsa.
    RF é pouco, mas é certa. RV é incerta, a maioria perde (e feio).

    Abraço!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Gil,
      Poucas pessoas tem conhecimento suficiente para investir em bolsa. Isto é fato. Aqui na blogosfera somos todos amadores.
      Grande abraço!

  12. Rodolfo Oshiro Reply

    Uo,

    Como única fonte de aposentadoria realmente é mais complicado … mas tem seu valor … por ex… um fundo de emergência… vai fazer com o que? ações?

    E o dia que a bolsa tiver PL=30, vai comprar mais ações pra esperar valorizar?

    Se você sabe escolher boas empresas a tendência é que junte mais grana na longo prazo, mas senão sabe .. por ex, se vc compra ibov… ele perde pra RF em vários prazos …

    Abs,

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Fala Rodolfo!
      Acredito que o Barsi se referia a investimento. Fundo de emergência não faz parte desta categoria. Ou seja, uma vez formada a reserva de emergência na renda fixa, o restante vai para onde?
      Barsi não compra bolsa com PL=30, ele já deixou claro que guada dinheiro em renda fixa para comprar bolsa barata, mas fica lá temporariamente.
      Abraço!

    • Capixaba Invest Reply

      Acho que se não sabe o que está falando é melhor se calar!!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Viver de dividendos, não jogue palavras ao vento, elabore seu argumento…

  13. André Rezende Azevedo Reply

    Uó, essa semana comentei esse mesmo caso num post do colega PM.

    As palavras do Barsi são calculadas. Ele tem o seu interesse em citá-las. Mas são falsas. Historicamente no Brasil a RF ganha das ações. Ponto. Do Ibov, claro, mas o que é comparado são “cestas de índices” da mesma classe do ativo. Não se compara ITUB com a média de RF. Isso é desonesto. Poderíamos então comparar NTNB35 com ITUB nos últimos quantos anos? Quem ganha? Responder a pergunta não pode se resumir a escolher os melhores ativos de uma classe e comparar com a média da outra. Aí vira roleta de cassino para o investidor.

    O comentário do Frugal foi matador, no sentido de que cada ativo tem sua função na carteira. Embora eu acredite que a RF tem um papel ainda mais fundamental no crescimento do patrimônio do que as ações (falando de Brasil). E cada um de nós devemos nos ater o que, de fato, interessa a nós, considerando nosso patrimônio atual, nossas aspirações e nossa idade.

    Abraço!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Fala André!
      São calculadas sim, mas as minhas também são, rs.
      O X da questão é este, falei e repito novamente: comprar empresa boa é melhor que alocar em renda fixa, mas quem neste Brasil sabe comprar empresa boa? E outra, preciso um certo timing e muita paciência, quem neste país tem paciência e tempo para ficar observando mercado?
      Sobra mesmo a renda fixa para grande parte da população.
      Grande abraço!

  14. dasilvj4 Reply

    Parabéns pelo post Uó
    Na minha opnião ele faz comparações de forma bem injusta, acho que o que ele quer dizer é por exemplo: se você comprasse 10.000 ações de Itaú a 20 anos atrás qual seria o yeld baseado no preço que foi pago? 100% talvez mais…
    Recentemente ele citou UPGA falou que atualmente estava cara mas ele tinha na carteira quando pagou 4 reais por ação…

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Opa!
      O Barsi gosta de comprar barato, e ele usa a renda fixa para guardar dinheiro para comprar em bons momentos. Mas ele não deixa na renda fixa por anos e anos, é algo temporário.
      Grande abraço!

  15. Cowboy Investidor Reply

    Olá UÓ,
    Parabéns pelo post.
    Eu invisto em RV e RF, mas na RF a porcentagem é menor. Acredito que no longo prazo a RV seja maior para boas empresas.

    abraços.

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Também acredito Cowboy, mas não sabemos investir em ações, somos meros aprendizes, rs.

  16. Investidor de Risco Reply

    Barsi está errado. Renda fixa não é perda fixa.
    Dito isto há uma diferença que deve ser levada em consideração: renda fixa não é nada além de dívida. Sendo assim, basta o calote para o investidor perder o patrimônio alocado nestes títulos. Já ações, fundos imobiliários, imóveis etc são ativos reais. A menos que hajam catastrofes (falência da empresa, incêndio no imóvel etc), pode ocorrer a crise que for, pode ocorrer a desvalorização que for… Seu ativo ainda está lá e sempre há possibilidade de recuperar. Neste sentido, apesar de mais volátil, considero que para o longo prazo ações, FII’s e imóveis são mais seguros que renda fixa. E para quem não acredita em calote da dívida soberana, Grécia e Argentina estão aí para dar o contra-exemplo. Não que o Brasil esteja próximo disso… Mas não dá pra descartar esta possibilidade quando alongamos o período do investimento.

    • fitdac Reply

      IR,
      Mas então como vc coloca na sua classificação ,conservador o cara que investe 80% em RF? Não entendo isso. valeu beto

      • Investidor de Risco

        Beto, a ideia é focar na volatilidade na hora de montar a carteira. De uma maneira geral o investidor conservador não suporta volatilidade e não está preparado para ver seus investimentos derreterem. Mas vc tem razão. É sim uma contradição, apesar de muito remota, não dá pra eliminar totalmente a possibilidade de calote da dívida soberana (que arrastaria todas as demais aplicações de renda fixa).

      • Ábaco Líquido Post author

        No Brasil até o passado é incerto…

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Acho que a frase do Barsi é mal entendida, digamos que não está nem certa nem errada. Depende do prisma de observação.
      fitdac, conservador é aquele cara que deixa 100% na poupança, e olha que pode vir o governo e confiscar, nem assim é conservador, rs.

  17. Guardião do Mobral Reply

    Com a queda da selic, será que quem investiu meses atras em NTNB vai concordar com o Barsi?

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Quem comprou BBAS em janeiro em vez de comprar NTNB tá melhor ou pior? rs

      • Guardião do Mobral

        Comprei ambas… Rs…

      • Ábaco Líquido Post author

        Eu sei que vc comprou, acompanho seus movimentos, mas qual está gerando mais upside? rs

      • Guardião do Mobral

        Claro BBAS, mas comprei TD com mais tranqüilidade do que o BBAS…

      • Ábaco Líquido Post author

        É preço do risco, mas aí é que entra o conceito do Barsi: Deixar o dinheiro na renda fixa em vez de uma boa renda variável pode significar perda de dinheiro, mas não no sentido de perder, e sim de ganhar menos, custo de oportunidade.
        Abraço!

  18. IPV Reply

    Grande Uó! Para mim dinheiro não tem marca. Concordo com você quanto a diversificação, e nela, a Renda Fixa tem seu espaço. No meu caso que não entendo muito de ações, são a maior parte, e com bom lucro. Sendo assim, não é perda fixa… Esta semana li, mas não lembro aonde, que historicamente, no Brasil, Renda Fixa bate Ibovespa, mas havia uma ressalva que a comparação era com Ibovespa e não somente com boas empresas.

    Abraço!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Acho que se form comparar com o índice de uma forma geral a renda fixa deve bater sim, mas no índice há embutido uma série de empresas ruins, então fica uma análise enviesada.
      Valeu
      Abraço

  19. Frugal Simple Reply

    Esse negócio de dizer que se empresa é mais lucrativa do que renda fixa e que por isso ninguém vende a empresa e investe na renda fixa é balela. Se for a sua empresa que você toca e vc perceber isso, ok. Se for empresa dos outros que vc entra como investidor, ela pode ser ótima pros donos e diretores, mas pro minoritário não, veja o caso de BR Foods, Oi, JBS Friboi, Kepler Weber. Além da empresa ser boa ela tem que ser ética e respeitar os minoritários. Tem empresa que depois que abre o capital volta as costas pro minoritário, só foca em receita e raramente dá lucro, ou recompra ações ou reinveste no negócio.

    O contrário também é verdadeiro. Se empresa fosse muito melhor que renda fixa, a RF não existiria e todo mundo só investiria em ações.
    Cada investimento tem sua função:

    Imóvel: vc nao paga aluguel, não é despejado, pode reformar a vontade.
    RF: Reserva de emergência, diminuir o beta da carteira, comprar algo no futuro (carro, imovel, viagem, curso no exterior) – algo com gasto elevado e data marcada.
    Ações: Fins previdenciários, crescimento do patrimônio, proteção da inflação.
    Fundos imobiliários: Fluxo de caixa mensal, proteção contra inflação.
    Investimentos no exterior: Proteção cambial, fins previdenciários, proteção contra ingerência governamental e risco sistêmico nacional.

    Quer ficar rico investindo? Invista na sua carreira, seu trabalho e seus estudos. Invista em você pq isso é melhor e mais rentável do que investir em empresa dos outros.

    Abraço Uó!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Fala Frugal. A hipótese é verdadeira: investir em empresa boa é melhor que investir em renda fixa. Porém, há 2 variáveis a serem consideradas nesta equação:

      1 – Pouca gente sabe escolher empresa boa.
      2 – Mesmo sabendo escolher empresa boa para maximizar seus investimentos é necessário timing.

      O ponto 1 exige que você diversifique e assim terá a rentabilidade diminuída. Já o ponto 2 exige que você seja um especialista em mercado.

      Dito isto não há muita escolha para o investidor comum, tem que ir de renda fixa mesmo, ou então ir na renda variável com exposição mínima, tipo uns 15% do patrimônio total.

      Concordo com esta questão do minoritário, ou seja, é uma dificuldade a mais para o investidor, não basta olhar os múltiplos da empresa, é necessário olhar a gestão.

      Abraço e obrigado pela contribuição.

Comente...