Queiroz Galvão Vende Bloco e Sobe 25%!

Neste mercado “VUCA” toda semana surge uma forte emoção. Sempre que abre o pregão dou uma espiadinha no desempenho dos ativos da minha carteira através do meu radar. Como ontem ocorreu a aprovação da reforma trabalhista, as expectativas para a abertura do pregão de hoje eram grandes. O mercado já vinha precificando a aprovação há dois dias e o movimento de alta continua no dia de hoje. Mas o grande destaque nesta quarta-feira é a Queiroz Galvão (QGEP3).

Foi publicado ontem em fato relevante ao mercado que a Queiroz Galvão (QGEP Participações) está em processo de venda da sua participação de 10% no bloco BM-S-8, na Bacia de Santos, para Statoil, por 379 milhões de dólares. A QGEP pagou 175 milhões de dólares pela participação em meados de 2011.

A empresa norueguesa pagará 50 por cento do valor total, 189,5 milhões de dólares, no fechamento da transação após aprovação do negócio por reguladores, e o restante será pago em parceladas “relacionadas a eventos subsequentes, incluindo a celebração do Acordo de Individualização da Produção”.

“A Companhia está avaliando os possíveis usos dos recursos, que poderão combinar o pagamento de um dividendo especial para acionistas com investimentos no portfólio de exploração e produção da QGEP”, disse a empresa no documento.

Outro anúncio feito pela QGEP no mesmo documento diz respeito a outro bloco na Bacia de Santos em que possui participação, o BS-4. Segundo a QGEP, a detentora do contrato de afretamento do navio-plataforma (FPSO), a empresa Atlanta Field B.V, está em fase final de negociações com a Teekay Offshore para a entrega da unidade a ser alocada no bloco.

queiroz galvao vende bloco

Fato Relevante na Íntegra

Rio de Janeiro, 11 de julho de 2017: A QGEP Participações S.A. (“QGEP”, “Companhia”, BM&FBovespa: QGEP3) anuncia hoje que recebeu e aceitou uma oferta não solicitada da Statoil Brasil Óleo e Gás Ltda (“Statoil”) para adquirir sua participação de 10% no Bloco BM-S-8 por US$379 milhões.

A QGEP adquiriu a participação no Bloco BM-S-8 em julho de 2011 por US$175 milhões, o equivalente a R$273 milhões. A Statoil pagará para a QGEP o valor de US$189,5 milhões, equivalente a 50% do valor total, no fechamento da transação, que ocorrerá após a aprovação da operação pelos órgãos governamentais competentes, e o restante será pago em parcelas relacionadas a eventos subsequentes, incluindo a celebração do Acordo de Individualização da Produção. A Companhia está avaliando os possíveis usos dos recursos, que poderão combinar o pagamento de um dividendo especial para acionistas com investimentos no portfólio de exploração e produção da QGEP.

Ao comentar sobre esta decisão, Lincoln Guardado, CEO da QGEP, afirmou: “Considerando o período de tempo em que mantivemos esse ativo e a falta de visibilidade em relação à efetiva data do primeiro óleo, concluímos que a transação é consistente tanto com nossa política de gerenciamento de risco como com o nosso compromisso de gerar valor ao acionista, e com isso aceitamos a oferta da Statoil. Além da entrada de recursos, a QGEP será beneficiada com a redução significativa de CAPEX de médio e longo prazos”.

A QGEP também anuncia que a empresa Atlanta Field B.V., detentora do contrato de afretamento do FPSO Petrojarl I está em fase final de negociações com a Teekay Offshore para a entrega da unidade a ser alocada no Bloco BS-4. “Acreditamos que estamos perto de concluir um acordo que será mutuamente benéfico, visando assegurar o início da produção de óleo no Campo de Atlanta no primeiro trimestre de 2018.”

Citi Reforça Recomendação de Compra da QGEP

O Citi reafirmou a recomendação de compra para os papéis da QGEP (QGEP3) após a empresa anunciar a venda de 10% da sua participação no Campo Carcará para a Statoil por US$ 389 milhões, mostra um relatório enviado a clientes nesta quarta-feira (12).

“Não esperamos que o pagamento completo demore mais de 18-24 meses dado que a área estará disponível no leilão de outubro e a exploração provavelmente será rápida”, explica o analista Pedro Medeiros, que projeta um preço-alvo de R$ 8 para os papéis da empresa. O valor corresponde a um potencial de valorização de 33,3%.

Segundo o Citi, o valuation do negócio com a Statoil é equivalente ao negócio assinado entre ela e a Petrobras no final de 2015 para participações no controle e implica num prêmio moderado sobre o capital investido no ativo até a data. No momento o papel apresenta alta de 24,50% sendo cotado a R$ 7,47 (meu PM é de R$ 5,91).


Gráfico fornecido pela TradingView

suno research recomendação

4 thoughts on “Queiroz Galvão Vende Bloco e Sobe 25%!

  1. Jose Reply

    Algumas vezes vc ja citou relatorios da Suno, vc e assinante? Vale a pena? A empiricus nao me atrai, aquele marketing exagerado … eheh

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Boa noite José!

      Sou assinante sim, os relatórios são muito bons, principalmente o de FIIs.

      Abraço!

  2. ANDRE R AZEVEDO Reply

    Uó, uma curiosidade: o quanto vc dá importância para recomendações de bancos e corretoras? Assim, 10%, 30%, 50%…?

    Abraço!

    • Ábaco Líquido Post authorReply

      Quando já estou comprado no caso da QGEP dou 100% de importância, rs. Caso contrário dou 0.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.