NTN-B Principal com Taxa de 7,82% – Só Hoje!

Recordar é viver: há um ano atrás publicava no saudoso Blog d’Uó o seguinte post…

ntnb principal 2035

Em janeiro de 2016 o Tesouro IPCA pagava 7,82% – veja hoje quanto paga na nossa página de monitoramento

Se existisse uma máquina do tempo voltaria naquele 23 de janeiro e comprava muito mais NTN-B Principal 2035. Melhor, voltaria em 30 de dezembro e jogava na Mega da Virada (risos).

Os analistas de mercado mais otimistas indicam que já estamos no ciclo descendente de queda da taxa de juros básica da economia (SELIC). A inflação nos últimos meses surpreendeu pela queda. Mas neste momento me pergunto se a queda da inflação está sendo influenciada por uma melhora nas expectativas ou se é apenas um fator decorrente da queda do consumo nos últimos meses.

Nesta semana os juros futuros tiveram queda expressiva decorrente de um aumento das apostas de que o Banco Central será mais agressivo no ciclo de redução da SELIC. As apostas de que o BC eleve o ritmo de redução de 0,25 % registrado na última decisão para 0,75 % cresceu, em detrimento da de 0,50 %, embora essa ainda seja majoritária.

Adicionalmente, contribuíram para a queda dos juros futuros a desvalorização do dólar nos últimos dias, que chegou a romper o suporte de R$ 3,20 no último pregão (veja o gráfico aqui).

Os economistas consultados na pesquisa Focus do Banco Central esperam uma SELIC de 10,25 % para o final de 2017 (atualmente está em 13,75 %). Em relação à inflação, a expectativa é que feche em 4,87 %, um pouco acima do centro da meta que é  de 4,5 %.



Tesouro IPCA / NTN-B Principal: Comprar, Manter ou Vender?

O título Tesouro IPCA / NTN-B Principal sempre foi o meu favorito. Mas confesso que não seguro muito estes títulos pois tem algo que gosto mais: ações e FIIs. Surgindo oportunidades em renda variável não penso duas vezes e vou logo me desfazendo da renda fixa. Como bem disse o meu sócio Luis Barsi: renda fixa é perda fixa. Será?!

Contudo, quem pegou esta taxa de 7,82% ou qualquer outra acima de 7% vai vender os títulos hoje para comprar o quê?! Os analistas certificados são unânimes: mantenha.

E quem não comprou? Quem ficou chupando dedo em janeiro esperando o “Fim do Brasil”. Dá ainda pra pegar este bonde andando? Bom, os analistas certificados também são unânimes em falar: compre. Dizem eles que em nenhum país deste mundo você encontrará taxas como estas, e seu “único” risco é o Brasil quebrar.

Eu sou o que se chama por aí de “taxeiro”, em outras palavras, só compro títulos da dívida pública quando as taxas estão elevadas, ou seja, quando o risco-país está nas alturas. Sigo aquele velho mantra do mercado financeiro: “compre ao sons de trovões e venda ao sons de violino”. Porém, quem tem tempo pra ficar monitorando gráfico de risco? Quase ninguém.

Portanto, meu caro amigo investidor: se é perda fixa eu não sei, se o bonde já passou eu também não sei, aliás, se tivesse estas respostas na minha bola de cristal estaria mesmo é apostando na Mega Sena.

Se gostou deste artigo, leia também “Não se Iluda: Tesouro Direto dá Prejuízo!” porque sim, tesouro direto dá prejuízo. Se você não sabe disto até hoje já está na hora de saber. Tenha um bom domingo, uma boa semana e bons investimentos.

suno research recomendação

37 comentários em “NTN-B Principal com Taxa de 7,82% – Só Hoje!

  1. Buscando o Primeiro Milhão Responder

    Uó, eu comprei há um ano exatamente por sua causa kkkkk. Lembro bem de ter acordado e ainda na cama abri o note e ví que tinha acabado de postar, fui lá e comprei e estou com ele até hoje pois 7,82% acima da inflação só algumas debêntures incentivadas que também comprei.
    Só compro TD agora sendo o IPCA 2035 e acima de 6,2%, comprei há pouco a 6,31%. Quando tá 6% eu já fico de olho e se não tiver nada muito “barato” eu acabo comprando acima de 6% mesmo.

    Se inflação for a 4,5% como planejam, este 7,82% fica lindú!

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      haha, show de bola!
      as minhas eu vendi quando bateu nos 6. mas ja torrei tudo com ações.
      nunca comprei debentures, qual vc pegou?

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Eu conheço, é um site muito bom. Quando o site do Tesouro está fechado é lá que consulto as taxas.

  2. KB Investimentos Responder

    Essa pode ter sido a oportunidade da década em renda fixa. Esses papéis renderam mais do que o Ibovespa em 2016! Parabéns por ter aproveitado.
    Quanto à queda da inflação observada e esperada, concordo com você: acho que muito dela se deve à queda no consumo.

    Abs,

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      A janela que se abriu em janeiro tanto na renda fixa quanto na renda variável pode mesmo ter sido a oportunidade desta década. Mas outra década vem aí, rs.
      Abraço!

  3. Rodolfo Oshiro Responder

    UO,

    É meu caro, com esse mundo de juros que estava próximos de 0, títulos de juros reais de mais de 7% era realmente um prêmio gigante …. e realmente … nao tem muito pra onde correr … mesmo hoje com os juros já em 5xx … vai comprar o q?

    Abs,

  4. ambicao Responder

    Jorrem, veja, tem CDB ai de três anos pagando IPCA + 7,5%.
    O q acha?

  5. Acionista25 Responder

    A pergunta de um milhão seria, será que agora realmente o Brasil entrará nos trilhos? Se sim, significa dizer que jamais teremos juros tão altos e ciclos tão rentáveis, e como consequência será melhor segurar os títulos até o vencimento. Se não, então é melhor vender quando atingir uns 4% e se preparar para o próximo ciclo.
    Abraços!

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Na verdade vc fez 3 perguntas de um milhão, rs. Então tem 3 milhões aí. rs

  6. mvelosoqueiroz Responder

    Mais de 50% de rentabilidade!? De fato, essa foi uma excelente oportunidade, só perdeu em 2016 para a Mega da Virada! rsrs…

    Adicionei o seu site à minha lista. Depois me inclua também na lista da blogosfera, por favor:

    http://www.antipoda.com.br/

    Fiz o post inaugural. Abraço!

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Opa!
      Seja bem vindo à comunidade que mais cresce no país, rs
      Abraço!

  7. Guardião da Fortaleza Responder

    Uó, lembro do dia em q vc fez esta postagem.
    Comprei a 7,71% e ainda estou carregando os títulos que já se valorizaram quase 50%. Eu só não vendi pq não achei nenhum outro investimento que consiga bater essa rentabilidade.
    Abraços

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Tá ótimo Guardião!
      Segura isto aí pq tb não tô vendo nada melhor pra comprar no momento.
      Abraço!

  8. NILVAN CORREIA DE ALMEIDA Responder

    Luiz Barsi Filho é um investidor de grande renome , porém ele é muito mal intencionado , como ele pode afirmar que renda fixa é perca fixa ? se em alta da Inflação você protege teu capital e ganha uma taxa de no mínimo 5 % de rentabilidade líquida , e com queda da Selic você vê seus investimentos em IPCA + e taxas pré fixadas obterem rentabilidades de até 40 % bruta , ele é tão mal intencionado que se alguém perguntar onde investir para aposentadoria ele irá indicar sem sobra de dúvidas as empresas no qual ele é um dos maiores acionistas individuais(existe vários vídeos no You Tube que comprovam isso ) dessa forma fica fácil dizer que renda fixa é perca fixa.

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Boa tarde Nilvan!

      Eu não quis entrar em detalhes sobre o conceito do Barsi no post mas já que vc tocou no assunto vou falar o que penso:

      Ponto 1: Dependendo do tamanho da inflação nem mesmo este Tesouro IPCA vai te ajudar. Se a inflação for gigantesca – como já foi no passado – a perda pode ocorrer.

      Ponto 2: Comparar renda fixa com renda variável é como comprar óleo com água. Porém, entendo que o Barsi diz que a renda fixa representa uma “perda fixa” quando a primeira é confrontada com a segunda. Explico: para ele, manter em uma renda fixa um recurso que você poderia manter em uma renda variável irá representar um menor retorno ao longo dos anos. E por que ele diz isto? Simplesmente porque as boas empresas tem retornos muito maiores ao longo do tempo. Mas estamos aqui falando de boas empresas e não qualquer ação. E como a maioria dos investidores não tem os conhecimento suficientes para montar uma carteira de ações então o que resta é mesmo a renda fixa, mesmo ela representando uma ‘perda fixa’ no longo prazo.

      Abraço!

      • Dirceu Sena

        Outra questão importante que ele considera é que a inflação geral não quer dizer a sua inflação ao longo dos anos. Quando mais velho, você pagará um plano de saúde muito mais caro, a inflação da saúde é muito maior que a inflação dos alimentos e transportes e quando você ficar velho você precisará arcar com isso. Além disso, há o efeito substituição que trás um viés para a medição da inflação, no sentido que os consumidores muda de hábito ao longo dos anos, mas dependendo da metodologia de medição, a medida de inflação não volta atrás digamos assim, só atualiza a cesta atual e ponto final, para os anos anteriores considera a cesta dos anos anteriores, trazendo um viés que os economistas chamam de viés da substituição. Segundo o Barsi, ele mede a sua inflação anualmente e em todos os anos ela foi muito superior que o do IBGE, isso porque as pessoas passam a comprar itens mais caros, mudam seus hábitos, passam a gastar mais com saúde, etc. Enfim, ele pode até ser mal-intencionado, mas se você lê o que ele diz há um sentido por trás, ele não joga palavras ao vento. A única coisa que acho equivocada da parte dele, mas ele é de outra geração, é que ele considera dividendos acima de tudo e sabemos que dividendos não quer dizer nada, lucro sim quer dizer alguma coisa. A holding Berkshire do vovô Buffett não paga dividendos nenhum e veja onde está. A Apple pagou poucos dividendos no momento inicial de crescimento. O investidor precisa entender do negócio da empresa e, acima de tudo, entender que o dividendo não vem de graça, não há uma fábrica de dinheiro dentro da empresa e que lucro retido bem usado pode trazer até mais retorno para o acionista que dividendos. De toda forma, quem sou eu para ensinar o Barsi a investir? Nem sabemos se ele realmente considera dividendos de forma tão ingênua… Ele é bilionário, eu sou só um jovem sonhador, então eu só tenho a ouvi-lo, mas sempre com ressalvas. Só para terminar, renda fixa não é perda fixa, ela tem seu papel em uma carteira, mas ele tem razão em dizer que no longo prazo acompanha muito mal a inflação real das pessoas, ela serve como reserva de emergência, como reserva para crises, como meio de diminuir a volatilidade da certeira, mas para remunerar de forma real os investidores isso ele tem razão, ela não serve de jeito nenhum, mas ela não é inútil e tenho certeza que ele tem renda fixa na carteira, mas fazendo uso dela da forma correta. Se renda fixa batesse renda variável, por que os empresários fazem empresas? São instituição de caridade? Se LCA batesse a produção de alimentos em uma fazendo, por que os fazendeiros não vendem tudo e compram títulos de renda fixa? São madre Tereza de Calcutá? Enfim, não faz sentido essa afirmação maluca de no Brasil a renda fixa blá blá blá… Em qualquer lugar do mundo, o resultado é o mesmo: boas empresas trazem mais valor que renda fixa e isso é óbvio: se não fosse assim, todos fechariam suas portas, comprariam títulos do governo e ficariam em casa.

      • Ábaco Líquido Autor do post

        Uau, Dirceu, este foi o melhor comentário que este site já recebeu. Permite-me transformá-lo em um post?!

      • Dirceu Sena

        Opa, Uó! Seria uma honra, pode ficar à vontade… Você sabe que eu sou seu leitor assíduo, então ficaria muito contente se isso se transformasse em um post 😉 Abração e parabéns pelo seu trabalho informativo!

      • Ábaco Líquido Autor do post

        Valeu Dirceu!
        Vou preparar um post bacana baseado no seu depoimento.
        Grande abraço!

      • Dirceu Sena

        Você já deve ter lido, mas não custa nada dar uma olhada no trabalho do Jeremy Siegel, Stocks for the long run. Ele traz uma estatística impressionante, mas só estatística não quer dizer nada, pois padrões gráficos podem ocorrer de tempos em tempos, o importante é que haja uma explicação econômica. O Siegel traz até uma estatística que mostra que em 200 anos qualquer subperíodo de 17 ou 18 anos (não me lembro) as ações sempre batem a renda fixa. Muita gente diz que isso é porque são os EUA, etc. Não temos uma estatística como a dele para o mercado brasileiro, mas o mais importante mesmo é se o que ele viu tem um sentido econômico por trás e qual é este sentido. Na minha opinião, este pe o ponto chave. A numerologia por si só não diz nada, mas a numerologia com economia pode dizer alguma coisa. Neste caso, há uma explicação econômica para as ações baterem a renda fixa no longo prazo, que pode ser resumida em “empresas abrem empresas, e não instituição de caridade”. Eles não abrem empresa para ter só lucro contábil, eles precisam de lucro econômico, um lucro que compense inclusive o custo de oportunidade do capital empregado, caso contrário eles simplesmente venderiam tudo, comprariam renda fixa e ficariam na praia. Este é o sentido econômico de por que as empresas trazem mais retorno. Contudo, a teoria do portfolio do Markowitz mostra que a renda fixa tem um papel crucial para o investidor, que é a redução do risco global da carteira, este medido como desvio padrão dos retornos obtidos. Este é o sentido da renda fixa: trazer maior estabilidade para os retornos, trazer paz psicológica em outras palavras. O sentido da renda fixa não é rentabilidade, e sim paz espiritual. Desculpas os termos simples e também os erros de digitação, mas você saberá escrever sobre isso melhor que eu, então fique à vontade para produzir mais um belo post!!! Abração!

      • Ábaco Líquido Autor do post

        Olá Dirceu, concordo com tudo que você disse. Parece até uma coisa óbvia: se a empresa faz captação de recursos, por exemplo, através de emissão de debêntures com taxas altíssimas para financiar seu crescimento é porque considera que a rentabilidade do seu negócio será superior à taxa de juros que ela pagará ao mercado.

        Não conheço o trabalho do Siegel, mas com o pouco de conhecimento que tenho do mercado acredito que empresas boas no longo prazo superam sim a renda fixa. A grande questão é como escolher a empresa, tanto do ponto de vista macro como micro. Não basta só olhar os fundamentos registrados até o presente momento, passado não garante futuro, a análise é bem mais complexa.

        Contudo, se alguém hoje me perguntar se deve investir em renda fixa ou em renda variável, num primeiro momento, serei enfático em dizer que é na renda fixa. Renda variável não é para qualquer um, exige anos de estudos. Sinceramente considero que aqui blogosfera de finanças somos todos tentantes, e sem alguém tiver sucesso será mais pelo fator sorte do que qualquer outro fator.

        Grande abraço!

      • Dirceu Sena

        Sim, o melhor é você investir no que você sabe. Investir sem entender o que está fazendo é merda na certa. Eu também não recomendo RV para ninguém, TD é muito mais rentável para a maioria das pessoas. Analisar empresas significa analisar negócios, e isso não é nada fácil. O estudo do Siegel é sobre um índice geral, do tipo Dow Jones, de toda forma esses índices também tem diversos viés em suas metodologias, então também tem esses problemas. Além disso, o mercado muda ao longo do tempo. Por exemplo, em economias de juros negativos, um P/L de 50 pode ser barato. Se você seguir a risca o que o Graham diz em seus livros, vai achar que está caro. Um dia eu vi uma entrevista em que o Buffett falava que se todo mundo tivesse certeza que os juros ficariam a esses níveis pelos próximos 50 anos, o P/L geral subiria para 100, isso mesmo 100. Ou seja, saber o que é caro ou que é barato não é algo tão simples como parece. Agora não é só investidor que precisa se adaptar, empresas tbm, vide Kodak e muitas outras gigantes que somem do mercado porque não se atualizam. Eu pessoalmente gosto de diversificação principalmente porque não vivo de bolsa, mas mesmo que vivesse acho que continuaria diversificado. Gosto da ideia de ter imóveis, sobretudo em uma época em que todo mundo acha que nunca mais os preços subirão como subiu, etc. Gosto de renda fixa, gosto de FII, gosto de ações, gosto de investir em outros países, mas gosto de investir no Brasil tbm, não acho que aqui é apocalipse, gostaria de abrir uma empresa, de preferência até mais de uma, enfim diversificar os riscos, colocar dinheiro em vários setores da economia, mas SEMPRE em empresas e em negócios que eu entenda minimamente, que eu saiba como as empresas podem perder dinheiro e como podem ganhar. Agora pela minha experiência, que ainda é pouca, coisas inesperadas acontecem, empresas que você não achava que se multiplicaria em receita, lucro, etc., se multiplica, empresas que você acha que vai multiplicar fica estagnada, enfim é difícil prever o que vai acontecer, mas é necessário fazer estimativas de fluxos de caixa futuro e descontá-los para o presente. De toda forma, são estimativas, já que para descontar os fluxos de caixa futuros para o presente você vai precisar estimar a taxa de juros média e aí eu me lembro das palavras do Buffett, “se todo mundo tivesse certeza que as taxas de juros etc.”, ou seja, ninguém tem certeza, ninguém sabe ao certo como estarão as taxas de juros em um futuro de 20, 30 anos, para você poder estimar com precisão o quanto vale uma empresa. Até o próprio fluxo de caixa futuro é incerto, ou seja, é importante diversificar. E veja que quando você muda a estimativa da taxa em poucos pontos percentuais a diferença é brutal nos cálculos, ou seja, os resultados são muito sensíveis e portanto pouco confiáveis, você precisa de uma margem de segurança, enfim, vou parar de escrever para não encher os comentários com tanto pensamento louco… Tenha uma ótima semana!

      • Ábaco Líquido Autor do post

        haha, que isto Dirceu, vc está dando uma verdadeira aula, nada de encheção de saco. Só tenho agradecer a paciência em vir aqui enriquecer o espaço com o resultado das suas observações. Vou ver se publico o post ainda esta semana para o assunto não esfriar.
        Abração

  9. betazumbi Responder

    A menos que o aporte seja muito alto essa taxa praticamente não faz diferença. Como a grande maioria faz aportes mensais o négocio é simplesmente ir comprando e guardando.

    Eu compro o título a taxa que estiver e esqueço que existe. Tenho 50% do patrimônio na RF e só compro IPCA 2035.

  10. Marujo Responder

    Pode crer Mestre UÓ! Quem pegou esse bonde aí se deu bem ou mesmo ainda esta muito bem na foto! Tb fiz taxa, comprei a 6,30 e vendi bem abaixo de 5,80. Obtive um bom rendimento em pouco tempo. O problema é justamente esse, ou vc aguarda essas taxas subirem, o que na atual conjuntura vai demorar, ou joga na RV. E foi o que fiz. Sucesso amigo

    Forte abraço

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      Obtive também um ótimo lucro, mas quem segurar este bonde até a estação final também ficará muito feliz se o país entra nos trilhos nestes próximos 20 anos.

  11. Guardião do Mobral Responder

    Fala Uó

    Aproveitei bem essa época, mas deveria ter aproveitado Ainda mais!!!

    RF com boas janelas não é perda fixa

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      rs. mas naquela época tinha tanta ação e FII pra comprar que faltou dinheiro pro TD.

  12. VDC Responder

    Fala Uo,

    Com a gasolina subindo a inflacao acompanhara a subida.

    Realmente quem comprou estas taxas comprou bem.

    VDC –
    Viverdeconstrucao.blogspot.com

    • Ábaco Líquido Autor do postResponder

      A gasosa realmente tá bem carinha, fui abastecer hj e deu quase 200 reais, um verdadeiro susto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.