Imposto de Renda Day Trade

Pergunta do internauta: “Uorrem, como calcular o imposto de renda day trade e como preencher o documento de arrecadação fiscal (DARF). Obrigado!”

A regra da Receita Federal para o imposto de renda sobre operações day trade com mini-contratos de índice e dólar é a mesma para usada para operações day trade com ações. Lembrando que considera-se day trade a operação ou a conjugação de operações iniciadas e encerradas em um mesmo dia, com o mesmo ativo, em que a quantidade negociada tenha sido liquidada, total ou parcialmente.

Os ganhos líquidos em operações day trade auferidos em operações realizadas em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros são tributados à uma alíquota de 20%. Estas operações estão sujeitas à retenção do imposto sobre a renda incidente na fonte à alíquota de 0,005%, salvo se o valor da retenção do imposto seja igual ou inferior a R$ 1,00, como antecipação, podendo ser compensado com o imposto sobre a renda mensal na apuração do ganho líquido.

As despesas pagas para a realização de operações de compra ou venda (corretagens, emolumentos, etc.) podem ser consideradas na apuração do ganho líquido, sendo acrescidas ao preço de compra e deduzidas do preço de venda dos ativos ou contratos negociados. Abaixo apresento um exemplo de nota de corretagem. Circulado de vermelho estão as despesas. Circulado em azul está o ganho total do dia. Circulado em amarelo está o imposto de renda retido.

nota de corretagem

Para fins de apuração e pagamento do imposto mensal sobre os ganhos líquidos, as perdas incorridas nas operações day trade poderão ser compensadas com os ganhos líquidos auferidos no próprio mês ou nos meses subsequentes. Lembrando que não se pode compensar resultados negativos de um mês com ganhos auferidos em meses anteriores, pois a base de cálculo do imposto é apurada mensalmente.

O valor do imposto retido na fonte sobre operações day trade pode ser deduzido do imposto incidente sobre ganhos líquidos apurados no mês ou compensado com o imposto incidente sobre os ganhos líquidos apurados nos meses subsequentes, se, até o mês de dezembro do ano-calendário da retenção, houver saldo de imposto retido.



Como exemplo prático vou mostrar a seguir o pagamento do imposto de renda relativo aos lucros que obtive no mês passado (setembro/2016). Logo abaixo está a minha planilha de controle operacional.

extrato imposto de renda day trade

Os valores são:

Ganho Bruto: 83,00
Gastos Totais: 7,04
Ganho Líquido (Bruto – Gastos): 75,96
Imposto de Renda Total (Líquido * 0,2): 15,19
Imposto de Renda Devido (IR Total – IR Retido): 14,43

Logo abaixo apresento o preenchimento do DARF para pagamento do imposto:

DARF day trade

Geralmente utilizo o Internet Banking do Bradesco para pagar os DARFs, mas você poderá utilizar o site do banco que possui conta. Abaixo os campos que precisam ser preenchidos:

Período de Apuração: Último dia do mês anterior (mês das operações)
CPF: CPF do titular da operação
Código Receita: 6015 (sempre usar este número)
Data de Vencimento: Último dia do mês atual (mês de pagamento)
Valor Principal: Imposto devido

Acho interessante guardar o comprovante do pagamento em forma de PDF. Se por algum motivo a Receita questionar sua declaração de imposto no ano seguinte você estará munido das documentações comprovatórias.

DARF comprovante day trade

Lembro que é vedado o recolhimento de tributos cujo valor seja inferior a R$ 10,00. Ocorrendo tal situação, adicione o valor à apuração do mês subsequente até que o total seja igual ou superior a R$ 10,00.

Como Declarar Imposto de Renda Day-Trade com Dólar e Índice

Veja no vídeo abaixo como declarar as operações com dólar e índice no imposto de renda.

Artigos Relacionados

75 thoughts on “Imposto de Renda Day Trade

  1. Jhony Henrique da Silva Reply

    Ábaco liquido boa tarde. Li seu artigo aqui, mas ainda tenho uma dívida.. Ano passado (2016) preenchi o IR (2015) com alguns prejuízos durante o ano em day trade no dólar. Em 2016 tive um mês que consegui fechar com R$50,00 de lucro, houve a retenção na fonte, porém como eu tinha o prejuízo que tinha do ano de 2015, não fiz a darf, mesmo porque não daria R$10,00. Agora fui preencher o IR referente a 2016 o no campo que eu coloco os R$50,00 calcula R$1,00 de imposto devido, achei estranho pois o sistema do IR não puxa o saldo a compensar do ano anterior. Como que eu faço para preencher isso? Controlo eu em uma planilha e já desconto os R$50,00 do prejuízo e coloco R$0,00 no programa do IR ou repito os valores de 2015 + os de 2016 para preencher ? Agradeço se puder sanar minha dúvida.

    • Ábaco Líquido Post author

      Boa noite Jhony!

      O resultado negativo do ano anterior não é importado automaticamente, neste ponto o programa da Receita é meio burrinho, rs, você deve lançar manualmente no mês de janeiro conforme mostrado na figura abaixo:

      resultado-negativo ate o mes anterior ir renda variavel

      Confirme se lançando o negativo no mês de janeiro o programa irá parar de calcular 1 real como imposto devido.

      Abraço!

  2. Ana Reply

    Excelente materia, parabens….esta me ajudando muito, mas tenho algumas duvdidas….por favor, voce poderia me ajudar?

    1- O ISS nao entra na base do calculo do 1% que a corretora calcula, mas pelo seu exemplo e comentarios no site deve ser considerado como custo, correto?

    2-Ele pode ser carregado para o ano seguinte para abatimento do futuros ganhos?

    3- Ah…outra duvida… a Clear cobra uma taxa de R$ 2.9 por dia operado e vem discriminado na nota de corretagem como outros custos (vem uma nota do no rodape que se trata de +Custos BM&F, conforme Ofício Circular BM&F 079/2007-DG)….observei que esse gasto nao entra no calculo do total liquido da nota (ele eh apenas ganho – corretagem- custos bolsa- IRRF -ISS)…posso abater do ganho liquido para calculo do IR?

    MUITO obrigada mesmo e desculpa pela falta de acento eh que o meu teclado esta desconfigurado.

    • Ábaco Líquido Post author

      Boa noite Ana!
      Obrigado!

      1 – Sim, o ISS entra como custo.

      2 – Não se carrega ISS de mês para mês, você deve usá-lo para achar o custo total da operação e assim calcular o lucro/prejuízo.

      3 – Tem como postar uma imagem desta nota de corretagem?

      Abraço!

  3. Thiago Reply

    Boa Tarde !
    Primeiramente agradeço pela resposta que obtive, e lhe confesso que depois de visitar seu site tirei 90% das dúvidas sobre o IR,ótimo trabalho.
    1 – Sobre as questões do abatimento de prejuízo,sabemos que a receita sabe das nossas operações através daquele 1% o IRPF quando obtemos lucro no day trade,a dúvida que fica é a seguinte.Vamos supor que em 20 dias do mês,em ganhei 1.000 reais a receita já reteve os 1% e está esperando os outros 19% ,blz.Mas no ultimo dia de pregão deste mesmo mês eu perdi os 1.000 reias, como a receita identifica que eu fechei o mês negativo,se ela sempre retem nos dias de lucro para nos rastrear,como ela identifica os dias de prejuízo?
    2 – Eu preciso declarar o prejuízo de 2016 para poder usar agora no começo de 2017,ou posso usar e declaro depois ?
    3 – Vamos supor que eu fechei um mês com prejuízo de 500 reais nas operações swing trade,no mês seguinte minhas vendas superam os 20 mil e fecho o mês com um lucro liquido de 1000, devo gerar a Darf me baseando em 1000 (1000 x 15%) que daria 150,desconto os 500 de prejuízo do mês anterior e ainda me restaria 350 para serem descontados em outros meses, OU pego esses 1000 desconto os 500 de prejuízo ficaria 500 positivo e ai sim gero a Darf (500 x 15%) daria 75 ?
    4 – Sendo a primeira vez que devo declarar o IR,por conta das operações na bolsa,como ficaria a questão da poupança e o que foi movimentado na minha conta corrente preciso declarar algo, tem alguma especie de limite,sei que são códigos diferentes mais devo preencher alguma coisa relacionada as outras movimentações ?
    Mais uma vez agradeço pelo ótimo trabalho,já que nem em algumas corretoras estão dispostas a tirar dúvidas dos seus clientes.

    • Ábaco Líquido Post author

      Opa, obrigado!

      1 – A Receita não identifica os dias de prejuízo. Nestes dias a corretora simplesmente não faz a retenção do IR. Cabe a você informar o prejuízo a ela através da declaração de imposto de renda anual.

      2 – Se você operou em bolsa no ano de 2016, deverá declarar agora em 2017 todos os resultados mensais, sejam eles positivos ou negativos. Mas não precisa aguardar o envio da declaração do IR 2017 para fazer os abatimentos nos primeiros meses do ano.

      3 – Para calcular o DARF você precisa achar o lucro final até o último dia do mês. Então desconta este lucro de prejuízos anteriores. O que sobrar você multiplica por 15%. Então, no seu exemplo será 500 x 15%.

      4 – Tem o limite mínimo que se não me engano é 140 reais. Mas eu particularmente declaro tudo que tenho em conta, seja 1 real ou 1 milhão, rs. Só para evitar qualquer tipo de problema. Se você tiver outros bens, dinheiro emprestado, rendimentos tributáveis, etc. Eu declararia tudo.

      Abraço!

  4. Thiago Reply

    Boa tarde.
    Como todo iniciante na bolsa estou com muitas duvidas sobre o IR,algumas já consegui tirar aqui nos comentários,mas ainda restam umas e se você me ajudar ficarei muito grato.
    1 – Posso compensar prejuízos em operações DT no mini-indice e mini-dolar em operações DT em ações ?
    2 – Fechei o mês de Outubro (2016) com um prejuízo (X) em operações de SWT só que as vendas não ultrapassaram os 20 mil, porém em fevereiro de (2017) as vendas ultrapassaram os 20 mil em operações de SWT obtive um lucro (x), a questão é; posso abater esse prejuízo de Outubro (2016) agora em Fevereiro(2017) ?
    3 – Em Fevereiro as vendas somadas em operações DT e SWT ultrapassaram os 20 mil,cálculo o que foi operações DT e gero uma darf para pagar agora em Março e depois faço o mesmo em operações SWT?
    Exemplo:
    DT vendas 10 mil,lucro liquido 100,IR = 100 x 20% = 20 – 1% (retido na fonte) = darf a pagar 18,00
    SWT vendas 23 mil,lucro liquido 2000,IR = 2000 x 15% = darf a pagar 300.

    • Ábaco Líquido Post author

      Bom dia Thiago!

      Seguem as respostas:

      1 – Sim, você pode compensar prejuízos em operações day-trade no mini-indice e mini-dolar em operações day-trade em ações.

      2 – Sim, você pode abater prejuízos, mesmo que as vendas no mês foram abaixo de 20 mil, com lucros futuros em meses que as vendas foram superiores a 20 mil.

      3 – Para considerar o limite de 20 mil você não pode somar as operações de day-trade com as operações não day-trade. O limite de 20 mil tem a ver só com as operações não day-trade. Portanto, se as vendas não day-trade somaram mais de 20 mil então você deverá recolher o DARF sobre o lucro delas. Já as operações day-trade, sempre que o consolidado mensal for positivo você deverá recolher o imposto de renda no mês seguinte. De qualquer forma o seu exemplo está correto, já que as vendas de swing trade foram superiores a 20 mil.

      Não deixe de assinar o site Abacus Liquid para ficar informado sobre as últimas novidades.
      http://abacusliquid.com/blog/assine

      Abraço!

  5. M.P Reply

    Muito bom conteúdo. No caso da sua nota que você colocou como exemplo, caso o campo “outros custos” apresentasse qualquer valor ele deveria ser deduzido? A nota da corretora que utilizo é parecida, mas sempre vem um valor em outros custos. Eu entendo que pode ser considerado e venho recolhendo IR, quando aplicável, deduzindo o montante do campo “outros custos”. Está correto?

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá M.P.!

      Acho que depende. Sabe informar que custos são estes?

      Abraço!

  6. Pingback: Imposto de Renda 2017: Perguntão e Guia para Declaração

  7. Marcos Reply

    Bom dia,

    Realizei operações de WDO e WIN no dia 23/12, porém a corretora de investimentos me enviou apenas uma nota de corretagem com os 2 produtos. Saberia me dizer se eles são obrigados a enviar 2 notas de corretagem desse dia 23/12, uma com WDO e outra com WIN ? Pergunto isso pois na declaração de IR eu tenho que declarar esses valores em campo separados correto?

    Obrigado.

    • Ábaco Líquido Post author

      Bom dia Marcos!

      Não conheço corretora que emite notas de corretagem separadas por tipo de ativo. Elas separam é por tipo de marcado (a vista ou BM&F). Contudo, você mesmo deverá separar as coisas para declaração no programa de imposto de renda.

      Não deixe de assinar o site Abacus Liquid para ficar informado sobre as últimas novidades.
      http://abacusliquid.com/blog/assine

      Abraço!

  8. Daniela Martin Reply

    Boa tarde! Adorei as explicações, mas estou com dúvida em um caso atípico…

    Nov 16 tive prejuízo com DT no valor de -R$2574,08 – contabilizando várias operações de DT entre lucros e prejuízos
    Dez 16 tive novamente prejuízo no valor de -R$12,80 – idem acima

    Perguntas: o imposto sobre DT eu devo pagar considerando o saldo final? Ou seja, se tive prejuízo, não pago IR? Ou devo pagar IR sobre cada operação que tive lucro? Foram diversas, mas juntando os prejuízos, prevaleceu o saldo negativo.

    Continuando, em Jan 17 tive lucro de R$132,09 sobre DT – contabilizando todas as operações de DT

    Pergunta: eu deveria ter pago imposto sobre este lucro? Ou posso abater dos prejuízos dos meses passados, exatamente como fiz nessa situação…

    Neste mês de FEV 17 tambem tive um pequeno lucro com DT no valor de R$119,92, deverei pagar IR até o final de março, ou posso abater do prejuízo dos meses de nov e dez de 2016?

    Muito obrigada e parabéns pelas explicações!
    Daniela Martin

    • Ábaco Líquido Post author

      Bom dia Daniela!

      Obrigado pelo feedback!

      1 – o imposto sobre DT eu devo pagar considerando o saldo final? Sim, você paga o IR no mês seguinte via DARF. Para isto deve fazer o consolidado das operações no mês anterior, isto é, somar os lucros e diminuir os prejuízos e despesas de cada pregão.

      2 – Ou seja, se tive prejuízo, não pago IR? Se no mês anterior você fechou com prejuízo então não precisa pagar imposto de renda.

      3 – Ou devo pagar IR sobre cada operação que tive lucro? Não, como dito acima, deve fazer o consolidado mensal.

      4 – Em Jan 17 tive lucro de R$132,09 sobre DT – contabilizando todas as operações de DT. Deveria ter pago imposto sobre este lucro? Você precisa contabilizar todas as operações no mês de janeiro para saber quanto de imposto deverá pagar em fevereiro. Contudo, se você tiver prejuízo acumulado até dezembro que seja maior que o lucro de janeiro então estará isenta de pagar o IR.

      5 – Neste mês de FEV 17 tambem tive um pequeno lucro com DT no valor de R$119,92, deverei pagar IR até o final de março, ou posso abater do prejuízo dos meses de nov e dez de 2016? Como falado na resposta 4, se o prejuízo acumulado até fevereiro for superior ao lucro de fevereiro então não precisará pagar, mas deverá abater o lucro do prejuízo acumulado para conhecer o novo prejuízo a ser transferido para o mês seguinte.

      Não deixe de assinar o site Abacus Liquid para ficar informado sobre as últimas novidades.
      http://abacusliquid.com/blog/assine

      Abraço!

  9. Davi Reply

    Desculpe a pergunta mas o que é a corretagem que aparece na sua planilho?
    Ah, parabéns pelo

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá!
      É justamente a corretagem que a corretora cobra, por exemplo, para fazer uma operação de comprar você deve executar uma ordem de compra e finalmente uma ordem de venda. Nesta operação são cobradas duas corretagens, uma para a compra e outra para venda. Considerando que paguei 0,30 por corretagem, o total então foi de 0,60.
      Abraço!

  10. Zava Reply

    Tive venda com lucro de Fundo Imobiliário no mês de Dezembro/16. Preenchi a DARF e paguei em Janeiro/17. Onde declaro esse imposto devido e não pago no ano de 2016?
    Obs: Na apuração do imposto na declaração fica imposto devido “X” imposto pago………????
    José Carlos

  11. MP Reply

    Parabéns pelo blog.
    Tenho uma dúvida: Para fins de apuração é permitido considerar as operações DT como um todo no mês ou preciso segregar por contrato?
    Ex: Compensação de prejuízos de WING17 com WINJ17 e vice-versa.
    Muito obrigado
    MP

    • Ábaco Líquido Post author

      Boa noite!
      Obrigado!

      Pode considerar como um todo, inclusive se forem ativos diferentes (índice e dólar)

      Não deixe de assinar o site Abacus Liquid para ficar informado sobre as últimas novidades.
      http://abacusliquid.com/blog/assine

      Abraço!

  12. EVANDRO carlos ALERICO Reply

    Boa noite
    Em relação a compensação de prejuizos,
    Gostaria de saber quais dessas descrições e valores que eu carrego para o mês sequinte para compensação de prejuízos para os próximos meses ?
    Exemplo pratico:

    Janeiro de 2017

    ir retido: 11,79
    Ganho: 220,00
    Gasto Total : 638,38
    Liquido -416,38
    IR Total: -83,28
    IR Devido -95,07

    • EVANDRO carlos ALERICO

      Continuação

      Dezembro 2016

      ir retido: 0,00
      Ganho: 189,00
      Gasto Total : 245,88
      Liquido -56,88
      IR Total: -11,38
      IR Devido -11,38

      Como acumulo esse valor para janeiro? e de janeiro para fevereiro ?
      Eu tenho que informar esse prejuizo em minha declaração anual de imposto de renda de 2016 ? qual valor que informo ?

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá Evandro!

      1 De dezembro para janeiro transferir o prejuízo de -56,88.

      2 – De janeiro para fevereiro transferir o prejuízo de -475,26 = -418,38 – 56,88 e transferir o IR retido de 11,79 em separado. Lembrado que na transferência do prejuízo não se deve somar o IR retido. Estou entendendo que no seu gasto total de 636,38 não está incluso o IR retido que é o correto.

      Sim, você deve informar o prejuízo acumulado na sua declaração de imposto de renda conforme estes valores transferidos.

      Não deixe de assinar o site Abacus Liquid para ficar informado sobre as últimas novidades.
      http://abacusliquid.com/blog/assine

      Abraço!

    • EVANDRO C

      Bom dia

      “Estou entendendo que no seu gasto total de 636,38 não está incluso o IR retido que é o correto.”
      R: Isso mesmo, o valor de 636,38 ñ está incluído o IR.

      Desculpe, não conseguir entender essa parte “transferir o IR retido de 11,79 “,, Poderia explicar melhor?

      Sem palavras para agradecer sua explicação !!!

    • Ábaco Líquido Post author

      Opa!
      Transferir o IR já retido e acumulado para o mês seguinte. No mês de janeiro você deve declarar o que foi retido em janeiro no campo 1 da figura abaixo se for day-trade. Se no mês de fevereiro você ainda continuar negativo então deve somar o IR retido em janeiro com o de fevereiro. Lembrando que em dezembro expira, ou seja, os IR retidos não podem ser transferidos de dezembro para janeiro.
      como declarar acoes
      Abraço!

  13. EVANDRO C Reply

    Boa tarde.
    Muito boa e explicação. e também já tenho a sua planilha.
    Gostaria de uma informação. Qual dos totais da nota de corretagem que utilizo para a base de calculo ? (total da conta normal, total liquido #, total liquido da nota) ?
    No seu exemplo, o custo total foi de 13,58, na nota de corretagem, ñ se considerando o ISS, mais na planilha ele acaba se somando como gasto total, sendo assim o ISS também entra como dedução ou não ?
    Gostaria de compartilhar contigo para verificação minha nota de corretagem como modelo para afinar a planilha pra dar continuidade.
    ecalerico@hotmail.com

    • Ábaco Líquido Post author

      Bom dia Evandro!
      O ISS deve ser considerado nos custos sim. Então, para o cálculo do imposto de renda a ser pago, você precisa pegar o lucro e abater as corretagens, taxas da Bolsa e o ISS.
      Abraço!

    • EVANDRO C

      OK
      e por exemplo, fechei o mes no total com prejuízo, não vou pagar imposto correto?, mas houve retenção no mes das operações que teve ganho.
      No mês se quinte houve lucro, e vou abater o prejuízo do mês anterior correto ? junto com o ir que foi retido ?
      Exemplo:
      Janeiro: Prejuízo – 100,00 IR RETIDO: -10,00
      FEV. ganho + 300,00 ir retido : – 30,00
      Como fica as compensações a pagar ?

    • Ábaco Líquido Post author

      Isto mesmo, no mês que teve lucro você precisa abater o IR retido que ainda não foi abatido. Lembrando que se virar o ano não pode mais abater o IR retido. Beleza?

  14. rodrigo cortez Reply

    Olá!!
    Seu blog ta me ajudando muito e muitas das minhas duvidas eu sanei no campo de comentários,mais tenho uma duvida ,tenho que somar no dia o IR de cada operação individualmente ou,posso calcular todo lucro e subtrair o prejuízo para depois retirar os 20% desse valor
    EX:
    R$100(lucro de todas as operações vencedoras)
    R$20(prejuizo de todas as operações perdedoras)
    100-20=80-20%(IR=R$16)=R$64

    me corrige se estiver errado o calculo

    • Ábaco Líquido Post author

      Boa noite Rodrigo!
      A conta é bem simples: você soma todos os lucros e deste valor você abate todos os prejuízos e despesas. Da resultante você calcula os 20%. Em seguida você abate o imposto retido na fonte. Mas se no dia você tiver operações day-trade em conjunto com operações não day-trade então deverá fazer um rateio conforme explicado neste post…
      http://abacusliquid.com/imposto-de-renda-day-trade-acoes/
      Abraço!

  15. Daniel Möllmann Reply

    Bom Noite, no exemplo acima em sua planilha, você informa R$ 0,00 como trade de prejuízo e ou não ganho, no caso de trade negativo deverá o mesmo compor na soma dos custos e abater 1% do lucro líquido IRRF, depois do lucro líquido final deduzir 19% IR, para gerar o DARF conforme procedimento acima.

    – Sempre deverá ser pago esse DARF no último dia do mês?
    – No caso de prejuízo como descriminar visto que no DARF somente o valor total?

    Já o ISS é debitado sobre a taxa de corretagem, por isso vem descriminada separadamente das taxas da Bovespa, pois essas taxas são tarifadas sobre o volume financeiro incidente sobre as operações.

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá!

      O DARF deve ser pago no mês seguinte em qualquer dia, mas o prazo final é o último dia útil.
      No caso de prejuízo no mês X, no mês X+1 você não precisa pagar o DARF. Foi esta a sua dúvida?

      Abraço!

    • Daniel Möllmann

      Acho que me expressei mal, os Trades negativos do dia, serão descontados o imposto de renda, tanto na fonte nas ordens de corretagens, e o restante do imposto sobre a operação negativa também?

    • Ábaco Líquido Post author

      Quando você fecha o dia no negativo, não se retém o imposto de renda na fonte.
      No final do mês você precisa somar todos os lucros e diminuir desta soma todos os prejuízos. Precisa também abater todos os gastos. Se no final das contas você ainda ficou negativo, então no mês seguinte não precisa emitir o DARF.

  16. Uira Reply

    Boa dia.
    Me tira uma duvida. Comecei agora a operar mini indice. Fiz 6 operacoes em dezembro/16, todas DT. Obtive lucro em 4 e prejuizo em 2. Prejuizo total de 1400 reais.

    Perguntas:
    1) Devo pagar IR sobre o DT das 4 operacoes que tiveram lucro? Se sim, para o calculo, excluo as que tive prejuizo e so computo as operacoes d sucesso?
    2) O prejuizo de 1400, posso carregar pra 2017? Como funciona isso? Sempre que tiver que pagar um DARF, eu abato os 1400, até liquida-lo?

    Obrigado!!!

    • Ábaco Líquido Post author

      Opa!
      1) Você apura o mês como um todo e não as operações de lucro e prejuízo de forma independente, ou seja, no mês você teve prejuízo e por isto não precisará recolher imposto de renda.
      2) O prejuízo acumulado deve ser abatido do lucro no mês seguinte, até mesmo se for no ano seguinte (dezembro/janeiro), ou seja, se você tiver um lucro de 2.000 reais em janeiro, então o seu imposto a ser recolhido incidirá sobre a compensação de 2.000 – 1.400 = 600.
      Abraço!

  17. jhennifer Reply

    Boa tarde , estou com uma nota de corretagem da rico e confesso que estou meio na duvida, eu posso pegar o valor líquido da nota para calcular o imposto?porque parece que eles usaram o valor de ajuste do day trade para calculo do irrf, não sei qual campo eu pego para calcular os 19 %. e também queria saber como vejo se a nota deu prejuízo.

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá, poste uma figura da nota de corretagem aqui para podermos discutir melhor…

    • jhennifer

      não estou conseguindo inserir, tem algum e-mail que eu possa enviar?

  18. Ariosto Reply

    Olá! Caso o resultado negativo do mês de outubro seja superior ao positivo do mês de novembro, não preciso fazer nada, certo? Ou devo fazer algum procedimento?
    Obrigado.

    • Ariosto

      Já descobri que não devo fazer nada. Só estou com dificuldade de achar onde gerar o DARF, poderia me informar? Já quero ter conhecimento pra quando precisar.

    • Ábaco Líquido Post author

      Bom dia Ariosto!
      Se no mês de outubro você teve prejuízo de x e no mês de novembro teve lucro de 0,3x então você ainda está com um prejuízo acumulado de 0,7x e não precisa recolher o imposto.
      Para pagar a DARF use o home banking do seu banco. Qual é o seu?

    • Ariosto

      Olá! É a caixa, porém ainda não gerei o DARF. Estou meio perdido no site na receita, em meio a tantas formas de imposto. O mês de dezembro está superando as perdas, por isso minha preocupação. Obrigado pela atenção!

    • Ábaco Líquido Post author

      Pelo site da Receita nunca gerei. Tente gerar pelo home banking da Caixa.

    • Ariosto

      Pois é, não sabia que podia gerar pelo home banking. Tudo certo, muito obrigado pela ajuda.

    • Rodrigo

      Ábaco Líquido, o prejuízo acumulado vale de um ano para o outro?
      Por exemplo, tive prejuízo ‘x’ em novembro 2016, prejuízo ‘2x’ em dezembro 2016 e no mês de janeiro 2017 eu consiga um lucro líquido de ‘3x’. Neste caso, não preciso pagar nada?

    • Ábaco Líquido Post author

      Boa noite Rodrigo!

      Sim, o prejuízo acumulado pode e deve ser rolado de um ano para o outro.

      Abraço!

  19. André luis Reply

    Bom dia Amigo!

    Quanto aos “outros custos”(Custos BM&F, conforme Circular BM&F 079/2007-DG) deve ser deduzido para apuração do IR? Obrigado e parabéns pelo Blog.

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá André.
      Antes de calcular o IR você deve abater todos os custos.
      Obrigado e abraço!

  20. Daniel Reply

    Tem como pagar o imposto sobre renda variavel de modo antecipado, atraves do mensalão codigo 246? Como faço para pagar antecipado, e não preocupar já que são poucas operações, pois faço a contabilidade exata em dezembro. que codigo usar?

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá Daniel!

      Não tenho esta informação para você. Não conheço este código. Mas acredito que você pode esperar o mês terminar, e no mês seguinte já pode fazer o pagamento logo no primeiro dia, usando o código 6015.

      Abraço!

  21. Gabriel Sgura Reply

    Boa tarde, paguei meu primeiro DARF hoje, antes de consultar seu site e quase tive um treco, porque nao sabia se ISS era deduzido do lucro antes de calcular o IR. Fiz o cálculo igual você, mas tenho uma dúvida. Nas minhas notas de corretagem, o IRRF é 1% de [(ajuste do dia) – (Taxa de corretagem + Taxa Registro BMF + Taxa Emolumentos BMF)] ou seja, o ISS não é deduzido na hora de calcular o IRRF, porque ele seria na hora de calcular o IR??

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá Gabriel, tudo beleza?

      Não sei como a sua corretora está discriminando as taxas, mas veja a nota que coloquei como exemplo no post, os valores são:

      Corretagem: 8
      Taxa Registro BM&F: 2,94
      Taxa BM&F: 2,64
      Total de Taxas: 13,58

      Lucro Bruto: 159

      Lucro Bruto – Taxas: 145,42

      ISS: 0,34
      Lucro Bruto – Taxas – ISS: 145,08

      IR Retido: 1,45

      Total Líquido da Nota (Lucro Bruto – Taxas – ISS – IR Retido): 143,63

      Entendo que o ISS faz parte dos gastos, mas você precisa certificar na sua nota de corretagem se ele não está incluído em outras taxas.

      Abraço!

    • Gabriel Sgura

      Então, eu estava fazendo o cálculo exatamente assim, mas quando fui ver a nota de corretagem fiquei confuso, porque o ISS estava em uma seção diferente que as taxas de corretagem e da BMF. O seu post me tranquilizou, mas só pra ter certeza fui até a Receita Federal e eles me instruíram a calcular o IR após deduzir todo e qualquer custo, o que inclui o ISS.

      Disseram também que se o cálculo estiver errado, que um de dois poderia acontecer. A diferença ser tão desprezível que a Receita não iria se incomodar, ou que eles iriam entrar em contato para cobrar o resto, que no caso poderia ser corrigido no próximo DARF. Falaram que se você fizer um pagamento errado, tanto para mais quanto para menos num determinado mês, que você pode corrigir nos próximos, já que o importante é o valor total estar correto.

      Obrigado pela atenção, espero que essa descoberta também ajude a outros.

      Abraço!

    • Ábaco Líquido Post author

      O ISS é discriminado em separado mesmo.

      Não sabia que pagar a mais em um mês poderia ser compensado no mês seguinte. Qual página você fez a consulta na Receita?

      Abraço e obrigado!

    • Gabriel Sgura

      Fiz a consulta pessoalmente. Fui lá no prédio da Receita no atendimento a pessoas físicas.

      Abraço

    • Ábaco Líquido Post author

      Ah sim, valeu!

  22. Investidor Mineiro Reply

    Esse ano ao preencher meu irpf acabou que meu imposto a recolher foi menor que 10 reais.
    Sabe me dizer se no próximo ano se eu tiver imposto a ser restituído a dedução daquilo q tenho q pagar será automática?
    Pesquisei mas não encontrei a resposta.
    Se sim ou se não, de qualquer forma ano que vem passo aqui para falar Oq aconteceu.
    Abraco!!

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá Mineiro, não entendi direito sua questão.

  23. JOAO MACIEL Reply

    Ola, tenho uma duvida, comecei Day trade mês passado, no primeiro dia ganhei R$200,00, mas minha alegria acabou no primeiro dia, depois só perdi e fechei o mês negativo. Comecei o mês com R$2000,00 e fechei o més com R$700,00. E agora, o dia que eu ganhei R$200,00 tenho que gerar a Danf e pagar o imposto? Ou como não tive lucro no fechamento do mês não preciso pagar IR nem desses R$200,00?

    • Ábaco Líquido Post author

      Olá João!
      Que pena que fechou o mês negativo, mas não se preocupe, é o custo do aprendizado. O importante é ir aprendendo com os erros.
      Sobre a DARF, você só precisaria gerar caso tivesse terminado o mês no positivo, ou seja, com lucro. Para o Fisco o que conta é a soma dos resultados de todas as operações do mês. Então no seu caso não será necessário gerar. Porém anote seu prejuízo que poderá ser utilizado para abater caso tenha lucro neste mês.
      Abraço!

  24. Anônimo Reply

    E quando no campo “Outros” existir valores a ser Debitado, conta como custo ?

    • Ábaco Líquido Post author

      Pode dar um exemplo colocando aqui a figura?

  25. Anônimo Reply

    Uo conseguiu sair no gain hoje no day trade? Hoje foi um dia bem direcional no mini indice, vi alguns professores de sala ao vivo no loss, como pode os caras perder grana num dia desses aqueles que se dizem professores rs

    • Ábaco Líquido Post author

      Opa, hj não fiz DT mas aproveitei o dia para me desfazer de 2 minis de índice que tinha vendido no swing na semana passada. Na verdade estava vendido em 3 e deixei o último para depois do feriado. Quinta promete. Quem é vc?
      Abraço!

Comente...