Como Declarar Tesouro Direto

Aprenda aqui como declarar TD (Tesouro Direto) no Imposto de Renda. Veja como fazer ficar em dia com seus investimentos em títulos do governo.

como declarar tesouro direto

 

Como Declarar Tesouro Direto – Ganhos

O imposto de renda sobre o tesouro direto incide quando ocorrem pagamentos de cupons, vendas e vencimentos. O investidor recebe na corretora o valor líquido à partir do desconto do imposto de acordo com a alíquota de 22,5% a 15% conforme o prazo de aplicação. Portando os ganhos com rendimento de tesouro direto devem ser declarados como rendimentos sujeitos à tributação exclusiva/definitiva.

No programa para preenchimento da declaração IRPF 2014 devem ser executados os seguintes passos:

1 – Selecionar a ficha de declaração “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”. (Ver destaque 1 da figura a seguir)

2 – Na ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” selecionar a opção 06 – Rendimentos de aplicações financeiras. (Ver destaque 2 da figura a seguir)

3 – Na janela “Quadro auxiliar para transporte de valor” clicar o botão “Novo” para inserir um novo rendimento. (Ver destaque 3 da figura a seguir)

4 -Na janela “Rendimentos” deve-se digitar no campo “Especificação” a descrição do rendimento contendo a corretora/CNPJ e se desejar o tipo do título. No campo “Valor” deve-se digitar o valor líquido recebido:

como-declarar-tesouro-direto-1

Como Declarar Tesouro Direto – Saldo  no Final do Ano

No programa para preenchimento da declaração IRPF 2014 devem ser executados os seguintes passos:

1 – Selecionar a ficha de declaração “Bens e Direitos” como mostrado no destaque 1 da figura a seguir.

2 – Na ficha “Bens e Direitos” clicar o botão “Novo” para incluir uma nova posição de tesouro direto ou “Editar” para modificar uma posição já lançada. O formulário de edição será exibido conforme destaque 2 na figura abaixo:

como-declarar-tesouro-direto-2

No formulário “Dados do Bem” o investidor deverá especificar os seguintes campos:

Código: Selecionar a opção “45 – Aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros)”
Localização (País): Selecionar a opção “105 – Brasil”
Discriminação: O texto é livre mas deve-se especificar “Tesouro Direto” ou o título se preferir, o nome da corretora e CNPJ, adicionalmente pode-se especificar a quantidade de títulos
Situação em 31/12/2012: Se os títulos foram adquiridos no ano de 2013 então este campo deve ser mantido zerado, se adquiridos em anos anteriores a 2013 então o valor do campo deve ser preenchido à partir da declaração anterior
Situação em 31/12/2013: Preencher com o valor de compra de todos os títulos especificados sem considerar as taxas de negociação, custódia e administração da corretora.

Tópicos Relacionados

2 comentários sobre “Como Declarar Tesouro Direto

  • Amigo, só pra confirmar, só é necessário declarar o valor de compra, sem estar incluso os rendimentos do mesmo?

    • Lobo!
      Se você não vendeu então deve preencher com o valor da compra na área de bens. Para a Receita só importa o ganho de capital quando é realizada a alienação do ativo.
      Abraço!

Comente...