O trabalhador que perdeu emprego no ano passado pode ser obrigado a declarar o imposto de renda em 2018. Apesar do seguro-desemprego ser um rendimento isento de imposto de renda, a Receita Federal obriga a declarar quem, em 2017, recebeu mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte. Neste artigo você irá aprender como declarar seguro-desemprego no imposto de renda pessoa física 2018. 

Os empregadores no Brasil cortaram mais 1 milhão de postos de trabalho ao longo de 2017, o que fez com que muitos profissionais recorressem ao recebimento do seguro-desemprego. Agora em 2018, os trabalhadores que foram beneficiados com o seguro devem declarar o recebimento na hora de preencher a declaração de imposto de renda 2018.

O seguro-desemprego se enquadra, assim como o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), como um tipo de rendimento isento. O contribuinte deve declarar o seguro-desemprego porque é uma fonte de rendimento que entrou na conta. Como é um rendimento isento de imposto de renda o valor não entrará na base de cálculo do imposto.

Os valores de seguro-desemprego devem ser declarados na ficha de rendimentos isentos. Como não há um campo específico para a inserção do seguro-desemprego, o mesmo deve ser declarado com o código “Outros”. É importante também incluir o CNPJ do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) ao mencionar o recebimento: 07.526.983/0001-43.

Veja também como declarar FGTS neste link.

Como Declarar Seguro-Desemprego no Imposto de Renda 2018?

Quem recebeu seguro-desemprego em 2017 deverá declarar no imposto de renda de 2018 os valores totais recebidos. Para isto acesse a ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis e clique o botão Novo, a seguinte tela será apresentada:

como declarar seguro desemprego

Os valores recebidos com pagamentos das parcelas do seguro-desemprego durante o ano passado devem ser informados com o código 26 – Outros. É necessário especificar o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) como a fonte pagadora, com o CNPJ nº 07.526.983/0001-43.



Dúvidas mais Comuns sobre Declaração de Seguro-Desemprego

Pergunta: Onde devo declarar o PIS e o seguro-desemprego que recebi em 2017 na declaração do Imposto de Renda 2018? É correto colocar o CNPJ da Caixa Econômica Federal?

Resposta: O PIS e o seguro-desemprego são benefícios sociais isentos de pagamento imposto de renda. Portanto, ambos os benefícios devem ser declarados com o código “24 – Outros” da ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”. No quadro auxiliar de cada um dos benefícios, você deverá informar se é o titular ou o dependente que recebeu o benefício, o CNPJ da fonte pagadora, o nome da fonte pagadora, a descrição (seguro-desemprego ou abono do PIS) e o valor. A Caixa Econômica Federal não é a fonte pagadora de nenhum dos dois benefícios. Para ambos você deverá informar o CNPJ nº 07.526.983/0001-43, pertencente ao FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador, que é a fonte pagadora tanto do seguro-desemprego como do abono anual do PIS.

Pergunta: O que devo declarar se for demitido?

Resposta: “A empresa deverá fornecer um documento destacando todos os valores pagos no ano calendário, inclusive as verbas rescisórias. Os rendimentos tributáveis, como salários e férias pagos, deverão ser declarados em Rendimentos Tributáveis de Pessoa Jurídica”. Já as verbas rescisórias, como o resgate do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e multa de 40% sobre o saldo, não recolhem IR. Portanto, devem ser informadas na ficha Rendimentos Isentos e não Tributáveis.

14 comentários em “Como Declarar Seguro-Desemprego?

  1. Pingback: Imposto de Renda 2018 Restituição Calendário e Cronograma

  2. João Rodrigues Responder

    Bom dia, sou servidor público aposentado. Porém fui demitido da empresa a qual fui fichado depois de aposentado pelo estado. A minja pergunta é se eu posso solicitar o seguro desemprego uma vez que ja recebo a aposentadoria do estado.

  3. Uilson Silveira Responder

    Fui demitido e recebi três parcelas do seguro desemprego em 2017 e as outras duas em 2018. Declaro todas ou só as três no IR desse ano. Devo colocar o valor de cada parcela ou o total das três ou cinco?

    • Christiane Responder

      Declara apenas oque vc recebeu em 2017 nesta declaração e os demais valores na declaração do ano que vem. Declara o valor total das 3 parcelas recebidas em 2017.

  4. Ana Paula Responder

    Gostaria de saber também como tiro o extrato do benefício, pois no site da previdência não sai…Obrigada!!

  5. Anônimo Responder

    Obrigada por compartilhar conhecimento.
    Informações muito úteis.

  6. Vinicius França da Silva Responder

    Onde e como consigo o extrato consolidado do que recebi de seguro desemprego no ano 2017 para declarar no IRPF?

  7. Anônimo Responder

    Muito obrigado pelo apoio! Era a informação que precisava. Parabéns!

  8. Pingback: Imposto de Renda pela Primeira Vez em 2017: Como Declarar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.