Quando usar o “há” e o “a” na escrita correta do português?

Um dos erros mais comuns que os brasileiros comentem ao escrever está no uso do “há” e do “a”. É muito comum encontrar pessoas escrevendo “a” onde na verdade deveria estar escrito “há”. Mas a regra ortográfica é tão simples que qualquer um pode aprender. Vamos então conhecer.

uso do ha

Uso do “Há” no Sentido de Fazer

O verbo haver é utilizado em expressões que indicam tempo decorrido (passado), assim como o verbo fazer. Desta forma o  indica tempo passado. Logo, uma forma simples para identificarmos se deveremos utilizar o a ou basta substituir por faz nas expressões indicativas de tempo. Se a substituição não alterar o sentido da frase então devemos usar e não a.

Exemplos de uso do “Há”

Há três anos estive em São Paulo. / Faz três anos que estive em São Paulo.

Há muito tempo não como pizza. / Faz muito tempo que não como pizza.

Uso do “Há” no Sentido de Existir

Deve-se usar o quando o verbo haver é impessoal, tem sentido de existir e é conjugado na terceira pessoa do singular.

Exemplos de Uso do “Há”

Há um modo mais fácil de fazer essa pizza. /  Existe um modo mais fácil de fazer essa pizza.

Há uma criança brincando na praça. / Existe uma criança brincando na praça.

Uso do “A”

O a deve ser usado para indicar uma ação futura. É usado também para marcar distanciamento no tempo ou no espaço.

Exemplo de Uso do “A”

Daqui a três anos ocorrerá a próxima eleição presidencial.

Estamos a dez minutos da praça de esportes.

Uma construção como “a três anos da eleição” exprime um momento anterior à eleição (esta ocorrerá três anos depois desse momento). Ao dizermos “daqui a três anos”, estamos estabelecendo um intervalo compreendido entre o ponto de partida e o ponto de chegada (de…a).

Uso do “À”

Deve-se usar à em situações nas quais se justifique o uso da crase, lembrando que para haver crase é necessário que haja a contração de duas vogais iguais. Assim, é necessário que se justifique na oração a presença da preposição a e do artigo definido feminino a. A contração à antecede sempre uma palavra feminina.

Exemplo de Uso do “À”

Vou à farmácia do bairro.

Eu disse à professora que não estudei para a prova.

Pleonasmo do “Há/Atrás”

“Eu nasci há dez mil anos atrás…” (Raul Seixas)

Todo mundo já ouviu a música do Raul e conhece bem a letra. Mas a expressão “há dez mil anos”, sem o advérbio “atrás”, é a mais correta. Contudo a expressão “há dez mil anos atrás”, embora redundante, é a mais utilizada pelas pessoas na fala do dia-a-dia.

ha 10 mil anos atras

É condenada por diversos gramáticos por ser considerada um pleonasmo vicioso, mas começa a ser aceita por outros gramáticos que defendem que esta expressão já está ficando consagrada pelo uso.

Na expressão há dez anos atrás há uma repetição de ideias desnecessária para a transmissão do conteúdo da frase, uma vez que o verbo haver, quando conjugado como verbo impessoal, já indica tempo decorrido. Assim, é desnecessária a utilização do advérbio atrás para indicar o passado.

Exercícios de Uso do “Há” e do “A”

Complete as frases com uso do “há” ou “a”:

a) Nossa! _____ tanto tempo que não me encontro com ele!

b) O funcionário será admitido daqui ______ três dias.

c) Os ensaios vão ocorrer ______ quinze dias da apresentação.

d) Estou na empresa ______ dois anos.

Já completou? Então, vamos verificar quais são as respostas corretas? Bom, “há” é uma das formas do verbo “haver”. Na indicação de tempo, “há” tem o sentido do verbo “faz”. Por isso, encaixa-se na primeira frase Nossa! Há tanto tempo que não me encontro com ele!”, ou seja, Faz tanto tempo que não me encontro com ele!” e na última frase Estou na empresa há dois anos., isto é, Estou na empresa faz dois anos. Note que o verbo “há” expressa tempo passado. Em contrapartida, “a” funciona como preposição para a indicação de tempo futuro. Portanto: O funcionário será admitido daqui a três dias. e Os ensaios vão ocorrer a quinze dias da apresentação.

Agora, eis a pergunta: qual frase está correta?

Estive em Belo Horizonte há dois meses atrás.

ou

Estive em Belo Horizonte há dois meses.

Se você respondeu que é a segunda frase, você acertou! Isso porque tanto “há” quanto “atrás” indicam tempo passado no contexto da frase acima, ou seja, exprimem a mesma ideia. Desse modo, o emprego dessas duas palavras ao mesmo tempo, muito comum por sinal, torna a frase repetitiva. Por isso, você deve optar por uma ou outra palavra:

Estive em Belo Horizonte há dois meses.

ou

Estive em Belo Horizonte dois meses atrás.

Para concluirmos:

Há = faz: indicação de tempo passado

A: indicação de tempo futuro.

Fonte

suno research recomendação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.