Game of Thrones

Com 38 troféus Emmy recebidos ao longo de seis temporadas, a série Game of Thrones tornou-se ontem (18) a maior recordista do principal prêmio da TV dos Estados Unidos. E se você já conhece a série e entrou aqui procurando saber onde assistir Game of Thrones online, pule então para o último capítulo do post.

game of thrones all men must die

Melhor série dramática no Emmy Awards pelo segundo ano consecutivo, Game of Thrones agora se consagra como a maior vencedora da premiação. O sucesso da HBO agora acumula 38 prêmios e supera por um número a recordista anterior: Frasier.

A série se passa em Westeros, uma terra reminiscente da Europa Medieval, onde as estações duram por anos ou até mesmo décadas. A história gira em torno de uma batalha entre os Sete Reinos, onde duas famílias dominantes estão lutando pelo controle do Trono de Ferro, cuja posse possivelmente assegurará a sobrevivência durante o inverno que está por vir.

No próximo ano, Game of Thrones traz sua penúltima temporada, e mesmo a ansiedade já alta entre os fãs, os produtores não economizaram em aumentar ainda mais as expectativas: “Será maior, e será melhor, e também será pior, mas principalmente será melhor”, disse um dos produtores.

 

A sétima temporada já teve início das filmagens, mas a estreia ficará para o verão de 2017. Sendo assim, possivelmente, a série ficará de fora da edição do ano que vem do Emmy, retornando no ano seguinte.

Emmy 2016

Foram três estatuetas na premiação de ontem a noite. A série de fantasia da HBO confirmou o favoritismo nas categorias de melhor roteiro em série de drama, melhor direção em série de drama e na principal delas, melhor série de drama.

game of thrones title

Melhor série dramática

“The Americans”
“Better Call Saul”
“Downton Abbey”
“Game of thrones”
“Homeland”
“House of Cards”
“Mr. Robot”

Melhor roteiro em série de drama

Joel fields e Joe Weisenberg (“The Americans”; episódio “Persona Non Grata”)
Julian Fellowes (“Downton Abbey”; episódio 8)
David Benioff e D. B. Weiss (“Game of thrones”; episódio “Battle of the bastards”)
Robert King e Michelle King (“The good wife”; episódio “End”)
Sam Esmail (“Mr. Robot”; episódio “eps1.0_hellofriend.mov”)
Marti Noxon e Sarah Gertrude Shapiro (“UnREAL”; episódio “Return”)

Melhor direção em série de drama

Michael Engler (“Downton Abbey”; episódio 9)
Miguel Sapochnik (“Game of thrones; episódio “Battle of the bastards”)
Jack Bender (“Game of thrones”; episódio “The door”)
Lesli Linka Glatter (“Homeland”; episódio “The tradition of hospitality”)
Steven Soderbergh (“The Knick”; episódio “This is all we are”)
David Hollander (“Ray Donovan”; episódio “Exsuscito”)

Sexo e Violência

game of thrones violenceGame of Thrones é uma das maiores conquistas da televisão em todos os critérios possíveis”, disse Jonathan Kuntz, professor da escola de teatro, cinema e televisão da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

A série criada por David Benioff e D.B. Weiss, adaptada dos romances de George R. R. Martin, “inventa um mundo, um pouco ao estilo de ‘Senhor dos Anéis’ ou ‘Harry Potter’, que está entre as ficções mais fabulosas da era moderna”.

Seu êxito fenomenal deve-se a sua narrativa repleta de suspense com personagens que são inesperadamente eliminados, situações complexas ou sobrenaturais, muito erotismo e interpretações magistrais salpicadas de efeitos especiais.

“O sexo e a violência têm um papel-chave na série”, afirma Jonathan Kuntz. Para ele, o fato de o universo de “Game of Thrones” ser fictício e situado em um passado feudal com costumes primitivos permite que os roteiristas tomem liberdades para escrever selvagerias sem limites.

game of thrones sexOs canais a cabo como HBO utilizam a violência e o sexo há tempos para atrair os telespectadores em meio a uma oferta cada vez mais saturada. Mike Flanagan, diretor do filme de terror “Ouija: Origem do Mal” (2016), diz que a violência intensa, sangrenta, as torturas e os estupros se banalizaram nas horas de maior audiência desde o início do século XXI. “Nos dessensibilizamos”.

Mas para Jonathan Kuntz, Game of Thrones tem encantado milhares de espectadores porque seu universo fantástico evoca o mundo atual. “Fala de intrigas políticas e de problemas que lembram os atuais nos Estados Unidos e na Europa, como o das famílias que lutam para permanecer no poder, os conflitos entre diferentes etnias, etc”.

Onde Assistir Game of Thrones

A premiada série pode ser assistida no site HBO Go, mas para isto você precisará ser assinante do canal HBO. Porém, Os fãs de Game of Thrones devem ganhar uma nova alternativa para assistir ao material da empresa no Brasil. A companhia planeja trazer ao país até o fim de 2016 o serviço HBO Now, que permite o acesso aos filmes e seriados dos canais HBO sem uma assinatura de TV paga.

Atualmente, o HBO Now só está disponível em nove países: Estados Unidos, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Colômbia, México, Hong Kong e Singapura. Junto dos planos para o Brasil, também foram anunciados planos para Espanha e Argentina.

O serviço, lançado no ano passado, atraiu 800 mil assinantes, número que foi considerado baixo. Para atrair mais assinantes, a empresa está ampliando seu catálogo, com parcerias com empresas como a Universal, Fox e a Warner, além de investir pesado em conteúdo original, como também faz a concorrente Netflix.

Fica a expectativa do preço do serviço no Brasil, já que o valor ainda não foi revelado. Nos Estados Unidos, o HBO Now custa US$ 15 ao mês, que é mais caro do que a Netflix, que atualmente custa US$ 10 mensais. Se esta lógica se mantiver no Brasil, é possível esperar preços na casa entre R$ 30 e R$ 40, considerando que o serviço padrão da Netflix pede uma mensalidade de R$ 23. Que fique claro: é apenas um palpite.

Últimas Notícias

Fonte 1
Fonte 2

Tópicos Relacionados

6 comentários sobre “Game of Thrones

Comente...